[Resenha] A Garota Italiana - Lucinda Riley

Título: A Garota Italiana 
Título Original: The Italian Girl 
Autora: Lucinda Riley 
Editora: Arqueiro 
Número de páginas:464
Ano: 2016 

Comecei a ler a história de Roberto e Rosanna há poucos dias e, de tanto que me encantei com a mesma, devorei o livro em um piscar de olhos. Sou fã da escrita da Lucinda Riley e posso dizer que novamente, ela demonstrou uma habilidade imensa no que se refere a elaborar uma narrativa cativante, que nos prende desde as primeiras páginas. Adorei a maneira como a autora descreveu os fatos ao longo da trama e como os personagens se envolvem entre si, o que faz com que tenhamos vontade de prosseguir na leitura o mais rápido possível para descobrirmos quais serão os próximos acontecimentos da história, que conta com um dinamismo incrível em sua construção, e ao mesmo tempo, uma complexidade considerável no enredo em si, o que dá brilho à obra
A história gira em torno de Rosanna Menici e sua família. Roberto Rossini é o protagonista masculino da história, que entrou na vida de Rosanna e de seus familiares de uma forma bastante intensa desde que a protagonista ainda era uma menininha de 11 anos de idade
Aos 11 anos, Rosanna se encontra com Roberto pela primeira vez, em um jantar em comemoração aos 30 anos de casados dos pais de Roberto, que desde aquela época já era um ilustre cantor de ópera. Ela fica encantada com sua voz e sente que se apaixonou pelo rapaz na mesma hora. Seu desejo é se casar com Roberto Rossini
Na mesma noite, ele escuta a garota cantar “Ave Maria” e diz à jovem que ela possui um talento raro e que precisa ter aulas de canto de verdade, com Luigi Vicentini, homem que também o instruiu quando precisou. Rosanna fica feliz ao escutar seus elogios, e se anima com a ideia, e entretanto, seu pai é contra a ideia de levá-la às aulas de canto, dizendo que a família tem problemas financeiros, mas a verdade é que seus pais não lhe dão muita atenção. A prioridade e o favoritismo sempre foram destinados à filha mais velha, Carlotta Menici
Quem ajuda Rosanna a realizar seu sonho de ser cantora é seu irmão Luca, que a chama carinhosamente de piccolina ("pequenina", em italiano). Ele o leva para as aulas de canto e a auxilia e a aconselha no que precisa. Quando após 5 anos de treino, Rosanna é convocada para um evento em Milão, seu acompanhante é Luca, que em sua estadia em Milão desenvolve um forte vínculo com Abigail Holmes, uma inglesa residente na Itália e melhor amiga de Rosanna. Esse envolvimento entre ambos, logo se transforma em amor. Entretanto, esse amor tem suas idas e vindas e muitos contratempos, uma vez que com o passar dos meses e anos, Luca tem de fazer uma difícil decisão, que envolve sua razão e sua emoção, e qual caminho quer seguir 
Adorei ver o lado fraternal de Luca, em todos sentidos; como um irmão, um amigo e conselheiro, mas também alguém vulnerável e sensível sentimentalmente. É o tipo de pessoa que faz tudo porque ama, mas que tem a plena consciência de que, para tudo na vida há um preço a pagar. Me peguei refletindo sobre os pensamentos que o personagem tinha, sobre o quão difícil é se arriscar em nome de um amor, de um bem maior   
Quanto ao romance de Rosanna e Roberto, este é composto de muitas reviravoltas, desentendimentos, idas e vindas, intrigas, reconciliações e muito amor. O que nenhum dos dois sabe é que a família de Rosanna esconde um grande segredo, capaz de abalar a relação amorosa deles, e mudar suas vidas para sempre. Um segredo tão grande que, apenas duas pessoas sabem: Luca e Carlotta. Gostei muito de ver como Rosanna amadureceu ao longo dos anos, como profissional e como pessoa. Como amiga, irmã, mãe e tia. O que mais me cativou na personagem foi a sua pureza e sua determinação para seguir em frente. Para encontrar um novo caminho a tomar, e com ele mais decisões a fazer 
Quanto a Roberto, foi bom ver a sua mudança de comportamento ao longo da história. Ele mostrou o quanto uma pessoa pode mudar suas atitudes drasticamente, mesmo que tarde. Como dizem: "Antes tarde do que nunca" 
Com cenários cativantes, que passam por cidades da Itália, Inglaterra e Estados Unidos, "A Garota Italiana" traz como tema central um amor quase obsessivo, através do qual, as personagens amadurecem seu modo de agir e de ser. Trata-se de fazer escolhas ao longo da vida, das quais podemos sempre levar algum aprendizado a nós mesmos, sobre a nossa autodescoberta e sobre o que é realmente valioso em nossas vidas: os laços de família e de amor que carregaremos em nossos corações para sempre! ♥

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

William Shakespeare:Romeu e Julieta-Trecho; A "Cena do Balcão", Ato II, Cena II

Yuki Furukawa (古川雄輝)

A Viagem de Chihiro - As Metáforas por trás da História