Pular para o conteúdo principal

Rebeca Arimi Suzuki

Rebeca Arimi Suzuki

[Artigo Traduzido] Feliz dia do Hangul

Artigo traduzido por: Rebeca

Feliz dia do Hangul!

O Rei Sejong é a razão pela qual no dia 9 de outubro é feriado. Se você é novo em Seul, já deve ter se perguntado a respeito da estátua do Rei que há na Praça Gwanghwamun. Trata-se do Rei Sejong, o Grande, a quem é atribuída a criação do hangul.
Estabelecida pela primeira vez no ano de 1926, o Dia do Hangul é para celebrar o alfabeto coreano . Proclamada pelo Rei Sejong em 1446 (calendário lunar), o novo sistema de alfabeto daria a oportunidade de que os coreanos de todas as classes sociais pudessem ler e escrever. Até então, essas habilidades eram restritas em sua maioria aos homens de classes mais abastadas, pois o sistema adotado de caracteres chineses (hanja) usado para escrever em coreano era extremamente complexo e difícil
O novo alfabeto foi formado inicialmente por 28 caracteres simplificados, baseados através da combinação da movimentação da boca, dentes e da língua, que produzia o som de cada uma das letras – a maneira de pronunciar os sons.
Majoritariamente, os Coreanos eram efetivamente analfabetos antes da criação do Hangul. Assim, o Rei Sejong procurou reverter tal situação, apesar das críticas por parte daqueles que eram alfabetizados, incluindo os estudantes Confucionistas.
Com a introdução do hangul, fez com que não só pessoas comuns conseguissem ler e escrever, como também inúmeras mulheres de todas as classes sociais.
Entretanto, o hanja ainda é utilizado em certas ocasiões na Coreia, por exemplo, podemos ver o hanja em alguns dos jornais, nos quais é possível capitar a ideia/manchete rapidamente. Contudo, o hanja não é mais usado na Coreia do Norte. Tanto a Coreia do Sul quanto a do Norte celebram o dia da Proclamação do Alfabeto Oficial Coreano, porém em datas distintas; 9 de Outubro (Dia do Hangul) no Sul e 15 de Janeiro (Dia do Chosongul) no Norte
O Dia do Hangul deixou de ser um feriado nacional no início dos anos 1990 devido à pressão de alguns proprietários chaebols, que eram contra o número de feriados no país (dias não trabalhados). Desde então, foram feitos muitos esforços para reverter esta decisão, até que finalmente, em novembro de 2012, a Assembleia Nacional votou em maioria (189 contra 4, sendo que 4 não compareceram) para reinstaurar o Dia do Hangul como um feriado nacional, começando dia 9 de outubro de 2013.
O terceiro filho do Rei Taejong e da Rainha Min, e o quarto rei da Dinastia Joseong, não teria muitas expectativas de assumir o trono. Seu destino, porém, o destino lhe determinou o oposto. Ele não somente ficou atento à criação do hangul durante o seu reinado como também incentivou avanços científicos e tecnológicos. Com o nome de nascimento Yi Do e conhecido através de seu apelido “Wonjung” durante toda a sua vida e que recebeu o nome de Sojong postumamente, o Rei Sejong é um dos dois governantes coreanos que mesmo que postumamente, ainda são venerados como “O Grande”
O Centro de Artes Sejong e Sejong-ro, são nomeadas após a morte desse reverenciado governante. Seu rosto aparece na nota de 10.000 won e desde 2009, sua estátua domina a Praça de Gwanghwamun. Turistas irão reparar na presença de um globo celestial, um pluviômetro e um relógio de sol em frente à estátua. Estas foram algumas das invenções atribuídas ao Rei Sejong. As seis colunas na parte de trás da estátua representam seus maiores feitos.
A área de Seochon, (Vila Ocidental) é a região de Seul que está mais relacionada ao Rei Sejong. Este é o local onde ele nasceu, e por isto, no ano de 2011, a área foi rebatizada de “Vila Sejong”. Entre as preciosidades a se descobrir pelas ruas, há mais 300 hanok (casas tradicionais coreanas) escondidas da vista ao redor. Com o passar dos anos, na Era Joseon era onde os “jungin” (a classe média) morava.
No início do século XX, esta área atraiu inúmeros jovens escritores e artistas e esta influência os faz lembrar deste dia com numerosas galerias, museus de artes e bares que podem ser encontrados por lá.
Mesmo para os não-coreanos, o Dia do Hangul é repleto de celebrações. Para todos nós que passamos um tempo na Coreia, é essencial ser capaz de ler, ao menos um pouco e o hangul é muito mais fácil de aprender do que o hanja. Enquanto a gramática coreana se parece bastante com a japonesa, a maior parte do vocabulário coreano é baseado nos caracteres chineses. Tanto a escrita japonesa quanto a chinesa são formadas por centenas e centenas de ideogramas, sem contar com as interpretações. Com 28 letras e traços simples que refletem as pronúncias, hangul é muito mais simples, mais fácil para representá-las, tal como para aprender mais rapidamente do que a maioria dos idiomas asiáticos.

Comentários

  1. Te juro que hoje eu não estava pesquisando sobre a Coreia ou o hangul! Cheguei ao seu blog pesquisando sobre o poema de Carlos Drummond "Congresso internacional do medo", e quando vi os artigos ao lado, encontrei esse, justamente sobre hangul, que eu sou apaixonada rsrsrs não deu pra resistir e vim ler hehehe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, desculpa a imensa demora para te responder
      Que bom encontrar alguém interessada na Coreia também! Sou apaixonada pela Coreia! Um beijo

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Yuki Furukawa (古川雄輝)

Perfil
Nome: Yuki Furukawa (古川雄輝)
Data de nascimento: 18/12/1987 (27 anos) 
Altura: 180 cm 
Peso: 60 kg
Terra natal: Tokyo, Japão
Profissão: Ator e modelo
Agência: Horipro
Línguas: Japonês e Inglês

Facebook: Yuki Furukawa Oficial
Twitter: Yuki Furukawa Oficial
Instagram: Yuki Furukawa Oficial
Blog: Yuki Furukawa Oficial 



Sobre
Yuki Furukawa é um ator e modelo do Japão. Nascido em Tokyo, ele se mudou para o Canadá, em Toronto, com sua família, quando tinha apenas 7 anos de idade. Morou 11 anos no exterior, sendo que, com 16 anos, mudou-se por conta própria a Nova York (EUA), como um estudante de pesquisa durante dois anos.
Voltou ao Japão quando tinha 19 anos. Ao regressar, teve dificuldades ao se adaptar com a língua e a cultura japonesa, já que no Japão, falar inglês no dia a dia é considerado falta de educação. 
Durante o ensino fundamental, ele pertenceu ao clube de basquete. Cursou a universidade de Keio, com especialidade para Ciências da Engenharia. 
Seu pai é médico e investigador na área de me…

William Shakespeare:Romeu e Julieta-Trecho; A "Cena do Balcão", Ato II, Cena II

Ato II- Cena II

O mesmo.
Jardim de Capuleto
Entra Romeu

Romeu:Só ri das cicatrizes quem ferida nunca sofreu no corpo
Julieta aparece na janela
Mais silêncio!Que luz ecoa agora da janela?Será Julieta, o sol daquele oriente?Surge formoso sol,e mata a Lua cheia de inveja,que se mostra pálida, e doente de tristeza,por ter visto que,como serva,és mais formosa que ela.Deixa,pois, de serví-la.
Ela é invejosa.
Somente os tolos usam sua túnica de vestal, verde e doente;joga-a fora.És minha dama.Oh,sim!É meu amor!Se ela soubesse disso!Ela fala;contudo não diz nada.Que importa?Com o olhar está falando.Vou responder-lhe.
Não,sou muito ousado,não se dirige a mim.As duas estrelas do céu, as mais formosas,tendo tido qualquer ocupação,aos olhos dela pediram que brilhassem nas esferas até que elas voltassem.
Que se dera se ficassem lá no alto dos olhos dela,e em sua cabeça dois luzeiros?Suas faces nitentes(resplandecentes,brilhantes)deixariam corridas às estrelas, como o dia faz com a luz das candeias, e seus o…

A Viagem de Chihiro - As Metáforas por trás da História

A Viagem de Chihiro é uma das obras primas mais famosas de Hayao Miyazaki, e que mais ganhou premiações pela história bem elaborada.
Chihiro é uma menina de dez anos, que, por casos da vida, entra em um túnel com os pais (que por sinal, estavam curiosos para saber onde a passagem ia dar) e acaba parando em um mundo paralelo, cheio de mistérios e criaturas mágicas.

Sen to Chihiro no Kamikakushi (千と千尋の神隠し, nome original do filme) é, na verdade um jogo de palavras. Sen é uma palavra que tanto pode fazer referência ao nome que a protagonista, Chihiro, adquire durante o filme, ou "mil", "muitos" ou ainda "múltiplos". Além disso, a junção das duas primeiras palavras forma "Sento", que significa "Casa de Banho", onde a maior parte da história se passa.
O filme é composto de diversas metáforas e simbolismos tais como:

A metáfora dos porcos, quando os pais de Chihiro vão ao restaurante com a menina e são tranformados em porcos - Isso representa a…