[Fanfic] Ela, e apenas ela (Capítulo Único)

Ela se foi. Tamaki partiu para a cidade onde moram seus pais há algumas horas. “Algumas horas” e eu já sinto a sua falta. Quando ela estava para partir, dei-lhe um último abraço, e lhe pedi que voltasse logo. Ela disse que só falaria com seus pais e retornaria em breve em uma semana.
Espero que isso realmente aconteça, porque sem ela, essa vila não é a mesma coisa; não tem como sentir a mesma alegria de antes. As horas simplesmente não passam. Os dias então vão demorar a passar, como se fossem anos, ao invés de apenas sete dias longe dela. E não tem como negar: tudo me faz lembrar dela. Acho que os outros Guardiões também sentem essa mesma falta. Na escola, pela manhã (acho que não preciso nem comentar); não há mais como me concentrar nas aulas. Como me concentrar em algo tão simples como uma matéria escolar, quando eu sei (e vejo) que há uma carteira vazia, e que queria muito que ela estivesse lá, me atormentando desde cedo?A hora do intervalo nem se fala; cada um de nós fica em um canto. Não vamos mais ao telhado da escola, porque esse é nosso lugar sagrado quando ela está conosco. Porque esse é o desejo da Princesa: ficar com todos nós reunidos nesse tempinho chamado “intervalo”
No fim da manhã, ela não está lá para ser escoltada, nem para implicar comigo ou com qualquer um de nós. As tardes sem ela não são as mesmas; por uma semana não vou escutá-la pedindo favores, discutindo comigo, nem vou sentir sua mão delicada me acariciando quando precisar de alguém para me animar ou para me abraçar. Em todos os momentos, tristes, felizes, aconchegantes, frustrantes, dolorosos, alegres ou tranquilos... A única razão para tudo que faço é sempre ela: Kasuga Tamaki

Queria saber o que ela está fazendo agora, com quem está falando e em quem está pensando neste exato momento. Porque se depender de mim, eu não estou fazendo nada além de pensar nela. Agora mesmo ela está presa na minha mente, no coração. Queria falar com ela, queria estar ao lado dela agora. Ela, que sempre deixa tudo de cabeça para baixo, que é incomparável, indescritível. Ela que me aquece sempre e em todos os sentidos. Ela que faz o céu estrelado parecer mais brilhante. Ela, que eu desejo tanto encontrar novamente. Em breve, muito em breve.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

William Shakespeare:Romeu e Julieta-Trecho; A "Cena do Balcão", Ato II, Cena II

Yuki Furukawa (古川雄輝)

A Viagem de Chihiro - As Metáforas por trás da História