Pular para o conteúdo principal

Rebeca Arimi Suzuki

Rebeca Arimi Suzuki

Livros que tenho na estante (para ler nas férias)

Aqui farei uma lista dos livros que tenho para ler nestas férias. Uns eu ganhei de presente e outros são emprestados. Mas leitura é sempre leitura...
1. Magnus Chase e os deuses de Asgard: Queria ler esse livro desde que soube que lançaria em outubro deste ano. Um tempo comecei a leitura em pdf mesmo (não aguentava de tão ansiosa) mas tive que parar um pouco por conta de provas/tarefas do fim de semestre. Agora que finalmente ganhei o livro físico e tenho tempo hábil (anida bem) vou curtir esse livro ao máximo. Já re(comecei) a ler e estou amando, ainda mais porque a Annabeth aparece no livro! Tá provado que "Tio Rick" além de ser incrível na escrita consegue "encantar" (magicamente, será?!) os leitores. Especialmente eu! 
2. A Irmã da Tempestade: Lucinda Riley, minha autora favorita, me matou do coração desde que disse que teria continuação. Quero muito ler a história de Ally, que se passará na Europa (ops! spoiler adiantado?). Detalhe, mal chegou o segundo livro e a Lady Lucinda já me faz enfartar de novo com as novidades, ao dizer que já escreveu a história de Star. Ai, ai...

3. Saga Encantadas: É uma trilogia que até já estava na minha "lista de desejos". É uma releitura dos contos de fadas da Bela Adormecida, Branca de Neve e Cinderela (não sei a ordem), motivo pelo qual me interessou. Lerei assim que puder... Nessas horas é bom ter uma (fada) madrinha... hahaha
4. Eu sou Malala: Ganhei de presente de aniversário e já estou lendo! É um livro simplesmente comovente da história real de Malala, que lutou e ainda luta pelo direito da educação das mulheres. É a prova viva de que ainda há pessoas boas de coração e que quer mudar o mundo.

5. Questões de coração: Eu já conhecia a Emily Giffin mas sempre tive certo receio por suas obras, pois as sinopses eram tão tocantes quanto tristes (não gosto de histórias tristes, embora às vezes chore lendo livros). Mas vou dar uma chance para a autora, e ver no que dá. Já disseram que se parece muito com o estilo da Lucinda, mas como eu não confio 100% nas comparações que fazem, vou ler primeiro e analisar bem, para tirar minhas próprias conclusões.

6. Um outro olhar: Na própria capa do livro diz que se trata de memórias e reflexões. Gosto bastante de refletir, então acho que vou gostar de ler mesmo sendo a primeira vez que eu vejo esse livro na vida. É só não me fazer chorar...
7. O Caminho para casa: Se não me engano já ouvi falar do livro (eu pesquiso livros, quanto mais, melhor) mas também não me arrisquei. Vou dar uma chance e depois falo quais foram as minhas impressões aqui no blog
8. Seis lições de solidariedade: Pelo que posso inferir só pelo título do livro, deve ser bem emocionante, mas ainda não sei direito o que comentar desse livro...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Yuki Furukawa (古川雄輝)

Perfil
Nome: Yuki Furukawa (古川雄輝)
Data de nascimento: 18/12/1987 (27 anos) 
Altura: 180 cm 
Peso: 60 kg
Terra natal: Tokyo, Japão
Profissão: Ator e modelo
Agência: Horipro
Línguas: Japonês e Inglês

Facebook: Yuki Furukawa Oficial
Twitter: Yuki Furukawa Oficial
Instagram: Yuki Furukawa Oficial
Blog: Yuki Furukawa Oficial 



Sobre
Yuki Furukawa é um ator e modelo do Japão. Nascido em Tokyo, ele se mudou para o Canadá, em Toronto, com sua família, quando tinha apenas 7 anos de idade. Morou 11 anos no exterior, sendo que, com 16 anos, mudou-se por conta própria a Nova York (EUA), como um estudante de pesquisa durante dois anos.
Voltou ao Japão quando tinha 19 anos. Ao regressar, teve dificuldades ao se adaptar com a língua e a cultura japonesa, já que no Japão, falar inglês no dia a dia é considerado falta de educação. 
Durante o ensino fundamental, ele pertenceu ao clube de basquete. Cursou a universidade de Keio, com especialidade para Ciências da Engenharia. 
Seu pai é médico e investigador na área de me…

William Shakespeare:Romeu e Julieta-Trecho; A "Cena do Balcão", Ato II, Cena II

Ato II- Cena II

O mesmo.
Jardim de Capuleto
Entra Romeu

Romeu:Só ri das cicatrizes quem ferida nunca sofreu no corpo
Julieta aparece na janela
Mais silêncio!Que luz ecoa agora da janela?Será Julieta, o sol daquele oriente?Surge formoso sol,e mata a Lua cheia de inveja,que se mostra pálida, e doente de tristeza,por ter visto que,como serva,és mais formosa que ela.Deixa,pois, de serví-la.
Ela é invejosa.
Somente os tolos usam sua túnica de vestal, verde e doente;joga-a fora.És minha dama.Oh,sim!É meu amor!Se ela soubesse disso!Ela fala;contudo não diz nada.Que importa?Com o olhar está falando.Vou responder-lhe.
Não,sou muito ousado,não se dirige a mim.As duas estrelas do céu, as mais formosas,tendo tido qualquer ocupação,aos olhos dela pediram que brilhassem nas esferas até que elas voltassem.
Que se dera se ficassem lá no alto dos olhos dela,e em sua cabeça dois luzeiros?Suas faces nitentes(resplandecentes,brilhantes)deixariam corridas às estrelas, como o dia faz com a luz das candeias, e seus o…

A Viagem de Chihiro - As Metáforas por trás da História

A Viagem de Chihiro é uma das obras primas mais famosas de Hayao Miyazaki, e que mais ganhou premiações pela história bem elaborada.
Chihiro é uma menina de dez anos, que, por casos da vida, entra em um túnel com os pais (que por sinal, estavam curiosos para saber onde a passagem ia dar) e acaba parando em um mundo paralelo, cheio de mistérios e criaturas mágicas.

Sen to Chihiro no Kamikakushi (千と千尋の神隠し, nome original do filme) é, na verdade um jogo de palavras. Sen é uma palavra que tanto pode fazer referência ao nome que a protagonista, Chihiro, adquire durante o filme, ou "mil", "muitos" ou ainda "múltiplos". Além disso, a junção das duas primeiras palavras forma "Sento", que significa "Casa de Banho", onde a maior parte da história se passa.
O filme é composto de diversas metáforas e simbolismos tais como:

A metáfora dos porcos, quando os pais de Chihiro vão ao restaurante com a menina e são tranformados em porcos - Isso representa a…