[Fanfic] Capítulo 2

Capítulo 2 - Promessas
No dia seguinte, como prometido, Kousei veio me visitar. Era de tarde, umas 14 horas quando veio me ver. Estava vestido com uma camisa branca e uma calca jeans azul
— Boa tarde — saudou-me
— Olá, Kousei — Estou surpresa que tenha vindo mais cedo dessa vez
Ele concordou com a cabeça, assentindo
— Adivinha só o que eu trouxe— disse, na tentativa de fazer mistério pra mim— Sua sobremesa favorita!
Sorri de ponta a ponta. Estava com tanta vontade de comer doces... Até parecia que tinha dois anos de novo! Não demorou para que ele me entregasse a sacola com os doces, e mais rápido ainda foi a forma como eu os devorei.Rápido mesmo! 

Depois de comer, ele gentilmente se sentou na ponta da minha cama e subitamente, me perguntou:
— Kaori, o que você tinha para me dizer?
Foi então que meu sorriso se desfez. Em seu lugar estava uma expressão de desespero, e ao mesmo tempo insegurança, por não saber qual seria sua resposta.
— Quero que me faça uma promessa — comecei, tímida e insegura. Minha fala era praticamente um sussurro.
— Sobre o quê? – Quis saber ele, meio confuso com o meu pedido
— Kousei, por favor! — disse, implorando, em tom de urgência — Prometa que não vai me deixar sozinha! — Prometa! — disse com firmeza, à beira das lagrimas, segurando fortemente seu braço.
— Calma Kaori — ele pediu, acariciando meus longos cabelos loiros — Ninguém vai te deixar sozinha. Eu não vou te deixar sozinha. Quando você terminar a cirurgia, todos estarão à sua espera. E eu principalmente. — disse todo calmo.
Impressionada com a resposta dele e aturdida demais para dizer alguma coisa a ele, alguns minutos depois de encará-lo, olhando olho no olho, eu finalmente consegui dizer:
— Obrigada
Ele sorriu em resposta. Um sorriso tímido, mas sorriu.
Na tentativa de mudar um pouco de assunto, perguntei:
— Como vão nossos amigos?
— Vão bem — respondeu de imediato — A Tsubaki está estudando mais do que nunca, disse que agora “mora na biblioteca”— e o Watari está se esforçando para os próximos campeonatos, já que o time dele perdeu da última vez!
Abri um sorriso
— Que bom! — comentei, genuinamente feliz — espero que consigam realizar o que querem, são bons amigos para mim.
Ao ouvir isso, Kousei apenas ficou calado, me observando. Diante disso, eu emendei:
— E você também
Distraído, a única coisa que perguntou foi:
— Hã??
Suspirei. Um instante depois, eu disse:
— Você também é um bom amigo para mim — E também é muito importante — Me apressei em dizer
— Sério? — foi a reação do “Amigo A”
— Seríssimo! — apontei, sem hesitar — Então, quero que me faça outra promessa. — falei mais decidida do que nunca
— Pode falar! — respondeu, com humor na voz, para suavizar aquele nosso clima sério (até demais).
— Quero que seja meu amigo para sempre — disse baixinho — Promete pra mim?
— Com certeza, você é minha teimosa, Kaori — finalizou, sorrindo para mim

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

William Shakespeare:Romeu e Julieta-Trecho; A "Cena do Balcão", Ato II, Cena II

Yuki Furukawa (古川雄輝)

A Viagem de Chihiro - As Metáforas por trás da História