Cultura: Das origens à atualidade (1/4)

Hoje, vou falar de um assunto bem discutido pelas Ciências Sociais; Cultura 

I) Senso comum - Introdução 
No senso comum, dizemos que uma pessoa tem mais ou menos cultura, para dizer que ela é mais ou menos inteligente. Ou para definir um povo ou país e para distinguir classes sociais com diferentes níveis culturais. 
Essas definições não estão totalmente erradas, mas não exploram a essência da cultura. 

II) Cultura - O Início 
A cultura é o que diferencia os humanos dos outros animais. Os homens são capazes de transmitir a cultura através da memória ou de outros equipamentos de registro, através do aprendizado, de geração em geração. A separação homem-animal se deu lentamente com o processo evolutivo. Alguns autores acreditam que um elemento fundamental para essa separação tenha sido a postura ereta. 
O ato de ficar em pé possibilitou que a nossa visão fosse aprimorada, auxiliando a busca por alimentos. E libertaram as mãos para criar ferramentas a fim de melhorar o ambiente onde habitavam. 
Outra grande mudança foi a formação de bandos de companheiros que se organizaram por meio de regras sociais de parentesco, se diferenciando cada vez mais dos animais. Isso trouxe um ganho para a manutenção da vida diária, para a produção do grupo. Quando então nossos antepassados inventaram a agricultura, começaram a se fixar em um determinado local, o que trouxe também, novas formas de organização de suas sociedades, que foram se tornando cada vez mais complexas e organizadas. 
O mais importante de tudo isso é que homem tem que criar, inventar artifícios e planos para lidar com os desafios do meio ambiente. E foi assim que se deu a passagem do estado de natureza para o estado de cultura.
Isso quer dizer que a cultura não é natural, ela é adquirida através da aprendizagem e vai sendo desenvolvida conforme as necessidades e escolhas. Por isso, ela é flexível e varia ao longo da história. 

Linguagem 
Com essa passagem ao estado da cultura, o homem dá um grande salto no momento em que cria a linguagem. A linguagem humana constitui-se de um conjunto limitado de signos verbais, sonoros, gestuais, musicais ou corporais articulados por um conjunto de regras de combinação de signos, possibilitando a comunicação entre pessoas, transmissão de conhecimentos e da cultura.

Assim surgiu a cultura, e hoje entendemos que ela é um conjunto de regras e princípios, que nos guiam e possibilitam diferentes formas de relacionamento, que vão da vida familiar, ao trabalho e à guerra.

Nos próximos posts escreverei sobre a importância da linguagem, as teorias sobre cultura, entre outras coisas mais. Até a próxima! 

Fonte de pesquisa: Caderno e Material de Apoio Anhanguera.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

William Shakespeare:Romeu e Julieta-Trecho; A "Cena do Balcão", Ato II, Cena II

Yuki Furukawa (古川雄輝)

A Viagem de Chihiro - As Metáforas por trás da História