Para a ciência, quanto mais sexo, menos felicidade

Artigo original: Tu History 
Tradução por: Rebeca Arimi Suzuki 
Quanto o sexo influencia na felicidade das pessoas? A partir dessa pergunta, tão presente na sociedade atual, cientistas da Universidade de Carnegie Mellon em Pittsburgh (Estados Unidos) realizaram uma investigação tomando como base o caso de 128 pessoas sãs entre 35 e 65 anos, todas elas casadas. A conclusão à qual chegaram, é no mínimo, chamativa: Quanto mais relações sexuais o casal tiver, menor será a sua felicidade. 
É assim: Logo depois de induzir aos voluntários a duplicarem suas frequências sexual e realizar um seguimento de seu estado de ânimo com encostas diárias, se concluiu que o aumento de encontros amorosos conduzem a uma diminuição do desejo e desfrute sexual. O artigo publicado pela revista Live Science enfatiza esse ponto e explica que a felicidade e a sexualidade podem estar exclusivamente vinculadas por um erro de análises: a audaz hipótese dos investigadores sugere que se tem associado a felicidade com o sexo por causa que a população costuma ter mais relações sexuais quando estão alegres, ou seja, isso é o que se denomina uma relação de causalidade inversa. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

William Shakespeare:Romeu e Julieta-Trecho; A "Cena do Balcão", Ato II, Cena II

Yuki Furukawa (古川雄輝)

A Viagem de Chihiro - As Metáforas por trás da História