Falece Juan Ramón Jiménez

Artigo original: Canal Historia España
Tradução por: Rebeca Arimi Suzuki 


Sua poesia inicialmente muito influenciada pelo modernismo, evoluiu para um estilo pessoal e depurado 
No dia 29 de maio de 1958 faleceu em Porto Rico, o escritor e poeta Juan Ramón Jiménez. Nascido em Moguer (Huelva) em 1881, logo mostrou sua habilidade para a poesia e por isso abandonou seus estudos de Direito e Pintura. 
A morte de sua mãe lhe consumiria umas série de crises depressivas das quais convalesceu na França e em Madrid. 
Depois de mudar-se a Moguer, ali escreveu sua famosa obra "Platero y yo". 
De volta a Madrid, frequentou a Residência de Estudantes cujo ambiente refletia na Colina dos Choupos. Desde seu matrimônio com Zenobia Camprubí, em 1916, os dois sempre trabalharam lado a lado.
 Ao começar a Guerra Civil, se exilaram na América, estabelecendo finalmente sua residência em Porto Rico. Em 1956, recebeu o Prêmio Nobel de Literatura, no anno em que faleceu Zenobia Camprubí. Juan Ramón Jiménez só sobreviveria dois a mais do que ela. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

William Shakespeare:Romeu e Julieta-Trecho; A "Cena do Balcão", Ato II, Cena II

Yuki Furukawa (古川雄輝)

A Viagem de Chihiro - As Metáforas por trás da História