[Curiosidades Históricas] Mistérios arqueológicos que ainda não têm resultados II

Artigo traduzido de "Canal Historia Español"
Traduzido por: Rebeca Arimi Suzuki

Se ficou com vontade de conhecer mais mistérios sem resultados, aqui deixamos alguns a mais para você: 

1. O Código de Beale. 
Depois de descobrir um tesouro com 29 homens e decidir escondê-lo pelas colinas de Virgínia,Thomas Beale deixou 3 cartas com mensagens encriptados. 
Cada uma delas marcariam as coordenadas de seu tesouro: com o primeiro descobre-se a localização do tesouro; o segundo, o conteúdo do tesouro; e o terceiro diz quem deve parte do tesouro. 
2. A Atlântida 
A Atlântida foi uma grande potência naval que um dia desapareceu entre as águas faz mais de 10.000 anos. Apesar de que parece ter sido encontrada várias vezes, na Grécia, nas Bahamas, em Cuba, e inclusive no Japão, a certeza é que a cidade perdida de Atlântida segue sendo um ponto de debate entre os arqueólogos que ainda seguem sem provas definitivas a este respeito.
3. A Inscrição de Shugborough
As oito letras ‘OUOSVAVV’, assinadas pelas letras "DM", em um monumento da localidade inglesa de Staffordshire, no século XVIII, tem sido chamado de "um dos melhores textos cifrados sem decifrar" do mundo. 
Tem-se especulado que poderia ser uma pista deixada pelos templários sobre o paradeiro do Santo Graal. 

4. Os símbolos de Rongo Rongo 
Estas talhas de madeira descobertas na Ilha da Páscoa no século XIX, correspondem a um estranho sistema de escrita que possivelmente teha sido o único estruturado na Oceania, mesmo que ainda esteja sem decifrar.
5. O disco de Festos 
O disco de Festos é um disco de argila cozida com inscrições em ambas as faces, datado a finais da Idade do Bronze. Foi descoberto em 1908 pelo arqueólogo italiano Luigi Pernier durante a escavação do palácio minoico de Festos. 
O propósito de seu uso e sua origem ainda não foram determinados, o que tem transformado esse objeto em um dos mais famosos mistérios da Arqueologia. Atualmente se encontra no museu de Heraklion, em Creta.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

William Shakespeare:Romeu e Julieta-Trecho; A "Cena do Balcão", Ato II, Cena II

Yuki Furukawa (古川雄輝)

A Viagem de Chihiro - As Metáforas por trás da História