Gênero Literário #06 - Autobiografia

Autobiografia é um gênero literário que existe há séculos e perdura até os dias atuais. O gênero é composto pelas confissões e ideias das pessoas sobre o que acontece ao seu redor, seus pensamentos e sua vida. 
Um exemplo da autobiografia é a obra de Santo Agostinho, intitulada "A Confissão" 
Séculos mais tarde, a autobiografia mundialmente conhecida foi "O Diário de Anne Frank", no qual Anne expressa seus sentimentos e pensamentos mais íntimos, escrevendo sobre a vida que levava no Anexo e o perigo que todos corriam em razão do Nazismo.

Existe ainda uma vertente chamada de ghostwriter (escritor fantasma), alguém que escreve a biografia de outra pessoa, passando-se por ela. Quem recorre aos escritores fantasmas são as celebridades, para não levantar suspeitas que ela mesma escreveu sua autobiografia.
Minha opinião sobre a autobiografia 
Esse é um dos gêneros em que a pessoa pode expressar-se sobre diversas coisas. Ler autobiografias pode ser muito bom, pois ao mesmo tempo que estamos lendo por prazer, podemos aprender uma grande lição de vida através do livro, como no caso de Anne Frank, por exemplo. Qualquer um que ler o diário da jovem garota se emocionará com sua história, e a partir de então, podemos ser capazes de enxergar a nossa realidade de uma outra maneira. 
Mas, de outro lado, há pessoas que comprar livros de autobiografias (geralmente de famosos), apenas para saciar a curiosidade de saber sobre a vida do outro e fazer fofocas, não tendo nenhum motivo a mais, que acrescente como experiência para aplicar à sua vida no cotidiano ou até mesmo, como lição de moral.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

William Shakespeare:Romeu e Julieta-Trecho; A "Cena do Balcão", Ato II, Cena II

Yuki Furukawa (古川雄輝)

A Viagem de Chihiro - As Metáforas por trás da História