Carta de Vô Narciso ao genro

Vô Narciso quis dar as boas vindas ao novo genro/neto e por isso endereçou uma carta ao mesmo (neste caso, o Max).

Caro genro, 

   Acabo de entregar a você meu bem mais precioso. A Alícia é uma garota muito especial, embora eu desconfie que você já sabe disso. Por isso, exijo nada mais que o impossível para fazê-la feliz.
   Minha neta é uma menina muito doce, embora tente esconder isso, e, apesar de dizer o contrário, ela precisa de certos cuidados. Cuidados que um homem apaixonado logo notará. No entanto, gostaria de alertá-lo sobre algumas coisas específicas.
   Dedetize a casa de vocês a cada seis meses, pois a Alícia tem pavor de insetos. Especialmente lagartos e borboletas, mas todos os outros também a incomodam.
  Ela tende a inventar histórias e dar voltas, mas a verdade é chuva a deixa apavorada. E tempestade a deixa em pânico. 
  Sei que você descobrirá seu próprio jeito para acalmá-la, então fique atento. É importante que saiba que ela tem alergia a pelo de gato. Foi um transtorno ter que me livrar do gatinho de estimação da Alícia quando pequena 
  Ela vivia em crise alérgica, e partiu meu coração ter que levar o gato para uma família de amigos meus que vivem no interior do estado, mas eu precisava cuidar da saúde da minha neta. Não conte isso a ela, por favor. E, se porventura ela decidir ter outro gato de estimação, tente convencê-la a desistir da ideia. 
  Sei que não é tarefa fácil, mas, se você conseguiu levá-la ao altar, terá ao menos uma pequena chance de ser bem sucedido 
  Não ouse tratá-la de maneira desrespeitosa e nem sonhe em traí-la, meu rapaz, ou darei um jeito de me entender com você, ainda que eu já esteja morto. Estamos de acordo?
  Dito isso, só posso acrescentar meus votos de felicidade e desejar-lhe boa sorte. Seja bem-vindo à família. E faça por merecer a garota que o escolheu como seu parceiro de vida.
Abraços, Narciso 

PS: Eu sabia que você mostraria a carta a ela. A Alícia sabe te enrolar direitinho, não é, meu rapaz?
PSS: Alícia, querida, foi necessário afastar Chantecler. Eu não podia permitir que você se tornasse asmática por causa daquele gato. Me perdoe.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

William Shakespeare:Romeu e Julieta-Trecho; A "Cena do Balcão", Ato II, Cena II

Yuki Furukawa (古川雄輝)

A Viagem de Chihiro - As Metáforas por trás da História