[Letra] Não ter - Sandy & Júnior

Título: Não ter
Cantores: Sandy & Júnior
Descrição: Versão em português da música "Non c'e" da italiana Laura Pausini


Não ter
O telefone chama sem parar
Existe um fio de esperança em mim
Ah! Se eu pudesse enfim saber
Quanto de mim ainda resta
Em você

Esse vazio vira fantasia
Deixando a noite, me roubando o dia
Pra quem não sabe o que fazer
Um sonho mais que interessa
Viver

Não ter, não ter
Um perfume que não se esquece
Não ter
O ruído do seu sorriso
Não ter
Essa hora tão mágica
Não ter
O carinho que eu preciso

Não ter
O seu ritmo sempre doce
Não ter
Seu amor pra onde quer que eu fosse
Não ter
Minha vida é viver de você
Não ter
Qualquer razão que eu pudesse te reconquistar

E se alegrar com a minha companhia
Pra essa ilusão,enfim, poder dizer
Só uma vida não basta
Porque
Pra cada nuvem que o céu cobrir
Uma estrela nova vai surgir
Pra quem não sabe o que fazer
Um sonho mais que interessa
Viver!

Não ter, Não ter
O seu ritmo sempre doce
Não ter
Seu amor pra onde quer que eu fosse
Não ter
A minha vida é viver de você
Não ter
Qualquer razão que eu pudesse...

Se por acaso um dia, assim sem querer, resolver
Voltar pra mim eu nunca ia te pôr de castigo
Todo esse tempo, sempre e sempre
Nunca em mim se apagou
O sonho verdadeiro de te ter aqui comigo
Pois essa minha vida assim, sem você
Vale o quê?
Se a cada passo, digo e faço o que eu nunca escondo
Só há motivo pra esse amor dizer que nunca mudou
É a idéia que ele vive, cresce, cada vez mais livre

Meu amor
Lembra de quando tudo começou
Em cada gesto a força da magia
Como um feitiço do tempo

Por quê??

Não ter, não ter
Um perfume que não se esquece
Não ter
O ruido do teu sorriso
Não ter
Essa hora tão magica
Não ter
O carinho que eu preciso

Não ter
O seu ritmo sempre doce
Não ter
Seu amor pra onde quer que eu fosse
Não ter
Minha vida é viver de você
Não ter
Qualquer razão que eu pudesse rir

Não ter
Qualquer razão que te reconquistar

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

William Shakespeare:Romeu e Julieta-Trecho; A "Cena do Balcão", Ato II, Cena II

Yuki Furukawa (古川雄輝)

A Viagem de Chihiro - As Metáforas por trás da História