Pular para o conteúdo principal

Rebeca Arimi Suzuki

Rebeca Arimi Suzuki

[Frases] De Repente, Ana - Marina Carvalho (Parte 4)

"Eu sentia que chegava o momento de tomar uma atitude mais definitiva, para o bem do nosso relacionamento. Ela precisava acreditar de uma vez por todas que não havia outra mulher no mundo para mim, nem que para isso a gente precisasse... se casar" - Alexander - (Capítulo 25 - Alex).

"Ana, confesso que, no começo, queria enquadrá-la nos padrões palacianos. Agora, penso que, se tivesse conseguido, metade do seu charme teria evaporado." - Ivan para Ana - (Capítulo 26 - Vai ter que ser assim).

"Você é do jeito que é, e todo mundo a adora assim." - Ivan para Ana - (Capítulo 26 - Vai ter que ser assim).

"Esfreguei os cabelos, tentando, com o gesto involuntário, clarear a mente. De alguma forma, nada daquilo fazia sentido. A Ana não desapareceria de propósito, sabendo que deixaria todo mundo preocupado, ainda mais na condição de substituta do rei" - Alexander - (Capítulo 27 - Alex).

"Marcus me jogou sobre a cama com tanta força que o estrado rangeu. Pensei que fosse que fosse quebrar com o impacto. Mas não foi isso que me deixou com medo. Foi o olhar mortífero do meu tio-torto e a fúria que exalava dentro dele quando prendeu um dos meus pulsos na cabeceira. De novo. Como ele era mau! - Ana Markov - (Capítulo 28 - Cativeiro dos infernos).

"No entanto, naquele momento, imaginar o que a Ana poderia estar sendo obrigada a suportar, sozinha, num lugar qualquer, me deixava infinitamente mais arrasado. Eu não fui capaz de protegê-la, e ela não confiou em mim o suficiente para contar sobre as ameaças." - Alexander - (Capítulo 29 - Alex).

"Fiquem tranquilas. E não se esqueçam de cuidar do meu cachorro." - Ana Markov a tia Marieva - (Capítulo 30 - Nenhuma cachorra merece ser chamada de Laika).

"Não existe crime perfeito" - Rei Andrej - (Capítulo 31 - Alex).

"Pode ser que o cara seja A cara - prossegui, ainda sussurrando - Se é que você me entende. Mas não importa. Homem ou mulher, o canalha vai pagar por cada segundo que fez a Ana sofrer. Cada maldito segundo." - Alexander para Laika - (Capítulo 32 - Alex).

"Levei uma mão ao pescoço e toquei o colar com o pingente de rosa. Não conseguia ficar sem ele desde que ganhara de presente do meu pai. A joia pertencera à avó que eu não conheci, e mais tarde, à mãe de Alexander. Logo ela seria de outra pessoa. E eu me tornaria a nova tragédia da família Markov depois da bisavó Catarina." - Ana Markov - (Capítulo 33 - Devaneios).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Yuki Furukawa (古川雄輝)

Perfil
Nome: Yuki Furukawa (古川雄輝)
Data de nascimento: 18/12/1987 (27 anos) 
Altura: 180 cm 
Peso: 60 kg
Terra natal: Tokyo, Japão
Profissão: Ator e modelo
Agência: Horipro
Línguas: Japonês e Inglês

Facebook: Yuki Furukawa Oficial
Twitter: Yuki Furukawa Oficial
Instagram: Yuki Furukawa Oficial
Blog: Yuki Furukawa Oficial 



Sobre
Yuki Furukawa é um ator e modelo do Japão. Nascido em Tokyo, ele se mudou para o Canadá, em Toronto, com sua família, quando tinha apenas 7 anos de idade. Morou 11 anos no exterior, sendo que, com 16 anos, mudou-se por conta própria a Nova York (EUA), como um estudante de pesquisa durante dois anos.
Voltou ao Japão quando tinha 19 anos. Ao regressar, teve dificuldades ao se adaptar com a língua e a cultura japonesa, já que no Japão, falar inglês no dia a dia é considerado falta de educação. 
Durante o ensino fundamental, ele pertenceu ao clube de basquete. Cursou a universidade de Keio, com especialidade para Ciências da Engenharia. 
Seu pai é médico e investigador na área de me…

William Shakespeare:Romeu e Julieta-Trecho; A "Cena do Balcão", Ato II, Cena II

Ato II- Cena II

O mesmo.
Jardim de Capuleto
Entra Romeu

Romeu:Só ri das cicatrizes quem ferida nunca sofreu no corpo
Julieta aparece na janela
Mais silêncio!Que luz ecoa agora da janela?Será Julieta, o sol daquele oriente?Surge formoso sol,e mata a Lua cheia de inveja,que se mostra pálida, e doente de tristeza,por ter visto que,como serva,és mais formosa que ela.Deixa,pois, de serví-la.
Ela é invejosa.
Somente os tolos usam sua túnica de vestal, verde e doente;joga-a fora.És minha dama.Oh,sim!É meu amor!Se ela soubesse disso!Ela fala;contudo não diz nada.Que importa?Com o olhar está falando.Vou responder-lhe.
Não,sou muito ousado,não se dirige a mim.As duas estrelas do céu, as mais formosas,tendo tido qualquer ocupação,aos olhos dela pediram que brilhassem nas esferas até que elas voltassem.
Que se dera se ficassem lá no alto dos olhos dela,e em sua cabeça dois luzeiros?Suas faces nitentes(resplandecentes,brilhantes)deixariam corridas às estrelas, como o dia faz com a luz das candeias, e seus o…

A Viagem de Chihiro - As Metáforas por trás da História

A Viagem de Chihiro é uma das obras primas mais famosas de Hayao Miyazaki, e que mais ganhou premiações pela história bem elaborada.
Chihiro é uma menina de dez anos, que, por casos da vida, entra em um túnel com os pais (que por sinal, estavam curiosos para saber onde a passagem ia dar) e acaba parando em um mundo paralelo, cheio de mistérios e criaturas mágicas.

Sen to Chihiro no Kamikakushi (千と千尋の神隠し, nome original do filme) é, na verdade um jogo de palavras. Sen é uma palavra que tanto pode fazer referência ao nome que a protagonista, Chihiro, adquire durante o filme, ou "mil", "muitos" ou ainda "múltiplos". Além disso, a junção das duas primeiras palavras forma "Sento", que significa "Casa de Banho", onde a maior parte da história se passa.
O filme é composto de diversas metáforas e simbolismos tais como:

A metáfora dos porcos, quando os pais de Chihiro vão ao restaurante com a menina e são tranformados em porcos - Isso representa a…