Pular para o conteúdo principal

Itazura na Kiss

Ficha técnica:
Titulo: Itazura na Kiss (イタズラなKiss)
Autor: Kaoru Tada
Gênero: Romance, Shoujo, Comédia, Adaptação de Manga
Produtora: Studio TMS Entertainment
Exibição Original: 2008
Número de Episodio: 25
Tema de abertura: Kimi meguru boku
Tema de encerramento: Jikan wo tomare (Azu feat Seamo)

Sinopse
Aihara Kotoko é uma garota praticamente normal, se não fosse pelo amor platônico que a mesma nutre por Irie Naoki, o garoto mais inteligente da escola. 
Após uma tentativa frustrada de se declarar ao jovem (e levar um não na cara), Kotoko fica desiludida e promete a si mesma que iria esquecer aquela paixão. 
Mas as coisas mudam quando um terremoto destrói a velha casa onde ela e seu pai moravam. os dois são convidados para se mudar pra casa de um amigo de seu pai, e, para surpresa da jovem, este amigo é o pai de Irie-kun!

Minha opinião sobre "Itazura na Kiss"
Gostei muito da história, especialmente da persistência da Kotoko em relação a muitas coisas, como por exemplo, conseguir conquistar o coração do garoto que ama, ficar entre os 100 melhores alunos da escola na prova final, dar o seu melhor na faculdade e no trabalho, etc.
A Kotoko é isso: alguém que se esforça ao máximo para fazer tudo da melhor maneira possível! Mesmo sendo "tonta", ela é sincera, carinhosa e determinada, o que de certa forma, acaba cativando os outros.
Irie Naoki: Além de ser um gênio, é alguém que suporta tudo e esconde os próprios sentimentos de preocupação ou susto, fingindo aguentar e ser forte, por trás da frieza, uma vez que ele mesmo não compreende o que sente em relação às pessoas, especialmente à Kotoko. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Alma minha gentil, que te partiste - Análise

Alma minha gentil, que te part iste   (A) Tão cedo desta vida desconte nte , (B) Repousa lá no Céu etername nte , (B) E viva eu cá na terra sempre tr iste.(A) Se lá no assento Etéreo, onde sub iste , (A) Memória desta vida se conse nte , (B) Não te esqueças daquele amor arde nte, (B) Que já nos olhos meus tão puro vi ste . (A) E se vires que pode merecer -te (C) Algũa cousa a dor que me fic ou (D) Da mágoa, sem remédio, de perder- te, (C) Roga a Deus, que teus anos encurt ou, (D) Que tão cedo de cá me leve a ver -te,   (C) Quão cedo de meus olhos te lev ou. (D) * Algua cousa = alguma coisa Autor: Luís Vaz de Camões Análise No poema, o "eu lírico" lamenta pela perda da amada, como pode se ver nos versos:  "Algũa cousa a dor que me ficou/Da mágoa, sem remédio, de perder-te" O "eu lírico" amava tanto a garota que ficou triste ao perdê-la, e lamenta a respeito disso: "Alma minha gentil que te partiste" e reza para que ela esteja feliz

O macaco e a banana

Um macaco estava comendo uma banana que escapou da sua mão e caiu no oco de uma árvore. Irritado, o macaco desceu da árvore e disse a um pedaço de pau: -Ô seu pedaço de pau, me ajuda a apanhar minha banana. O pedaço de pau não lhe deu a menor atenção. Furioso, o macaco foi até o lenhador e lhe disse: -Ô seu lenhador, venha mandar o pedaço de pau para me ajudar a apanhar minha banana que caiu no oco da árvore O lenhador não ligou para ele. Exasperado, o macaco procurou o delegado e lhe disse: -Ô seu delegado, venha mandar o lenhador ir até a floresta para mandar o pedaço de pau ajudar a apanhar a minha banana que caiu no oco da árvore. O delegado não obedeceu. O macaco foi até o rei pedir que ele mandasse o lenhador até a floresta para mandar o pedaço de pau ajudar a apanhar a banana que tinha caído no oco da árvore. O rei não lhe deu atenção. O macaco foi atrás da rainha. A rainha não lhe deu ouvidos. O macaco foi até o rato pedir que ele roesse a roupa da rainha. O rato se r

A Viagem de Chihiro - As Metáforas por trás da História

A Viagem de Chihiro é uma das obras primas mais famosas de Hayao Miyazaki, e que mais ganhou premiações pela história bem elaborada. Chihiro é uma menina de dez anos, que, por casos da vida, entra em um túnel com os pais (que por sinal, estavam curiosos para saber onde a passagem ia dar) e acaba parando em um mundo paralelo, cheio de mistérios e criaturas mágicas. Sen to Chihiro no Kamikakushi ( 千と千尋の神隠し , nome original do filme) é, na verdade um jogo de palavras. Sen é uma palavra que tanto pode fazer referência ao nome que a protagonista, Chihiro, adquire durante o filme, ou "mil", "muitos" ou ainda "múltiplos". Além disso, a junção das duas primeiras palavras forma "Sento" , que significa "Casa de Banho", onde a maior parte da história se passa. O filme é composto de diversas metáforas e simbolismos tais como: A metáfora dos porcos, quando os pais de Chihiro vão ao restaurante com a menina e são tranformados em porcos - Iss