As duas listas

No dia do Perdão (Yom Kyppur), o rabino Elimelekh de Lsensk levou seus discípulos até a oficina de um pedreiro.
“Reparem o comportamento deste homem”, disse. “Porque ele consegue entender-se bem com Deus”.
Sem notar que estava sendo observado, o pedreiro terminou seus afazeres e foi para a janela. Tirou um pedaço de papel do bolso, e levantou-o para o céu, dizendo: 

“Senhor, nesta folha escrevi a lista de meus pecados. "Eu errei, e não tenho porque esconder que Te ofendi várias vezes. Eis aqui a lista de tudo que fiz de errado”.
O pedreiro enfiou de novo a mão no bolso, e tirou outra folha de papel, levantando-a também para o céu: 
“Entretanto, aqui está a lista dos Teus pecados para comigo, Senhor. Exigiste de mim além do necessário, me fizeste viver alguns dias muito difíceis, e me fizeste sofrer. Se compararmos as duas listas, o Senhor está em débito para comigo. Mas como hoje é o Dia do Perdão, Tu me perdoas, eu Te perdoo, e continuaremos juntos o nosso caminho, livre de culpas”.

Escrito por: Paulo Coelho

Comentários

Postagens mais visitadas