Pular para o conteúdo principal

Rebeca Arimi Suzuki

Rebeca Arimi Suzuki

Trecho de Marília de Dirceu - Parte I - Lira II (+Análise)

"Os teus compridos cabelos,
Que pelas costas ondeiam;
São os que de Apolo mais belos
Mas, de loura cor não são;

Têm a cor da negra noite;
E com o branco do rosto
Fazem, Marília, um composto
Da mais formosa união.

Tem redonda e lisa testa;
Arqueadas sombrancelhas;
A voz meiga, a vista honesta;
E seus olhos são uns sóis

(...)

Na sua face mimosa;
Marília, estão misturadas;
Púrpuras folhas de rosa;
Brancas folhas de jasmim;

Dos rubis mais preciosos
Os seus beiços são formados;
Os teus dentes delicados;
São pedaços de marfim.

Observações (retiradas do livro "Marília de Dirceu")
Os versos referentes à boca e aos dentes de Marília, têm relevante significado, pois são traços que a diferenciam das outras mulheres de Vila Rica.
Numa época em que a legião de desdentados fazia parte do cotidiano, um referencial de beleza, seriam os dentes saudáveis e brancos, o que não significava que ela cuidasse deles.
Não se dava importância à higiene bucal naquele tempo; aliás, não se dava importância ao asseio em geral.
Se Gonzaga assim a descreveu tantas vezes é porque Marília possuía "dentes alvos, brancos nevados, como finas pérolas, cristalinos e delicados marfins", numa boca risonha, breve engraçada"
Na composição do rosto, o detalhe da penugem do buço, comum às mulheres da época, que não se depilavam, é própria do alto índice de testosterona que as morenas carregam em sua herança genética.
Por fim, Marília, tal como as outras mulheres de sua linhagem, possuía extrema beleza encantadora e fascinante!

Análise Literária (feita por mim)
Aqui nessa lira, Gonzaga descreve sua amada menina sob sua real aparência, sem idealizá-la, opondo-se então, à lira I.
O fato de mencionar o deus Apolo, remete à valorização do clássico (cultura greco-romana), muito presente nas obras árcades, de diversos autores.
Embora o comum no Arcadismo seja a ordem direta das orações, nessa II Lira, verifica-se a presença de um hipérbato (figura de linguagem em que a oração está na ordem inversa), sendo que isso está presente no seguinte verso:.
"São os que de Apolo mais belos" 
No qual, a ordem direta seria:
"São mais belos que os de Apolo"
Quando o autor diz "Seus olhos são uns sóis", essa metáfora  remete ao fato da musa ter olhos brilhantes, uma vez que o sol irradia extrema luz, assim como no verso "Têm a cor da negra noite", é uma metáfora a qual faz menção aos cabelos morenos e chamativos de Marília.

As rimas ainda são predominantes, a julgar que esta é uma obra de gênero lírico, e, entretanto, nesta parte, nota-se a predominância de rimas ricas (palavras de classes gramaticais diferentes)

  • Rima pobre: Composto & Rosto = Ambos são substantivos
  • Rimas ricas: Cabelos & belos (substantivo/adjetivo), são & união (verbo/substantivo), honesta & testa (adjetivo/substantivo)
As rimas são utilizadas principalmente para não só causar um efeito de musicalidade, mas também para dar uma melhor impressão sobre a personagem descrita, sendo que com a colocação de alguns adjetivos como "belo", "mimosa", "honesta", e de orações como "púrpuras folhas de rosa" e "brancas folhas de jasmim", reforçam o caráter doce e meigo, contido em Marília, e narrado pelo célebre autor e ouvidor, Thomas Antonio Gonzaga.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Yuki Furukawa (古川雄輝)

Perfil
Nome: Yuki Furukawa (古川雄輝)
Data de nascimento: 18/12/1987 (27 anos) 
Altura: 180 cm 
Peso: 60 kg
Terra natal: Tokyo, Japão
Profissão: Ator e modelo
Agência: Horipro
Línguas: Japonês e Inglês

Facebook: Yuki Furukawa Oficial
Twitter: Yuki Furukawa Oficial
Instagram: Yuki Furukawa Oficial
Blog: Yuki Furukawa Oficial 



Sobre
Yuki Furukawa é um ator e modelo do Japão. Nascido em Tokyo, ele se mudou para o Canadá, em Toronto, com sua família, quando tinha apenas 7 anos de idade. Morou 11 anos no exterior, sendo que, com 16 anos, mudou-se por conta própria a Nova York (EUA), como um estudante de pesquisa durante dois anos.
Voltou ao Japão quando tinha 19 anos. Ao regressar, teve dificuldades ao se adaptar com a língua e a cultura japonesa, já que no Japão, falar inglês no dia a dia é considerado falta de educação. 
Durante o ensino fundamental, ele pertenceu ao clube de basquete. Cursou a universidade de Keio, com especialidade para Ciências da Engenharia. 
Seu pai é médico e investigador na área de me…

William Shakespeare:Romeu e Julieta-Trecho; A "Cena do Balcão", Ato II, Cena II

Ato II- Cena II

O mesmo.
Jardim de Capuleto
Entra Romeu

Romeu:Só ri das cicatrizes quem ferida nunca sofreu no corpo
Julieta aparece na janela
Mais silêncio!Que luz ecoa agora da janela?Será Julieta, o sol daquele oriente?Surge formoso sol,e mata a Lua cheia de inveja,que se mostra pálida, e doente de tristeza,por ter visto que,como serva,és mais formosa que ela.Deixa,pois, de serví-la.
Ela é invejosa.
Somente os tolos usam sua túnica de vestal, verde e doente;joga-a fora.És minha dama.Oh,sim!É meu amor!Se ela soubesse disso!Ela fala;contudo não diz nada.Que importa?Com o olhar está falando.Vou responder-lhe.
Não,sou muito ousado,não se dirige a mim.As duas estrelas do céu, as mais formosas,tendo tido qualquer ocupação,aos olhos dela pediram que brilhassem nas esferas até que elas voltassem.
Que se dera se ficassem lá no alto dos olhos dela,e em sua cabeça dois luzeiros?Suas faces nitentes(resplandecentes,brilhantes)deixariam corridas às estrelas, como o dia faz com a luz das candeias, e seus o…

A Viagem de Chihiro - As Metáforas por trás da História

A Viagem de Chihiro é uma das obras primas mais famosas de Hayao Miyazaki, e que mais ganhou premiações pela história bem elaborada.
Chihiro é uma menina de dez anos, que, por casos da vida, entra em um túnel com os pais (que por sinal, estavam curiosos para saber onde a passagem ia dar) e acaba parando em um mundo paralelo, cheio de mistérios e criaturas mágicas.

Sen to Chihiro no Kamikakushi (千と千尋の神隠し, nome original do filme) é, na verdade um jogo de palavras. Sen é uma palavra que tanto pode fazer referência ao nome que a protagonista, Chihiro, adquire durante o filme, ou "mil", "muitos" ou ainda "múltiplos". Além disso, a junção das duas primeiras palavras forma "Sento", que significa "Casa de Banho", onde a maior parte da história se passa.
O filme é composto de diversas metáforas e simbolismos tais como:

A metáfora dos porcos, quando os pais de Chihiro vão ao restaurante com a menina e são tranformados em porcos - Isso representa a…