A Pirâmide Vermelha - "As Crônicas dos Kane" - Volume #01

"Desde a morte de sua mãe, Carter e Sadie viveram perto de estranhos. Quando Sadie viveu com os avós, em Londres, seu irmão tem viajado o mundo com seu pai, o egiptólogo brilhante, Dr. Júlio Kane.
Uma noite, o Dr. Kane traz os irmãos juntos para uma experiência de “pesquisa” no Museu Britânico, onde ele espera para acertar as coisas para sua família. Ao contrário, ele liberta o deus egípcio Set, que expulsa-lo ao esquecimento e forças das crianças a fugir para salvar suas vidas.
Logo, Sadie e Carter descobre que os deuses do Egito estão acordando e, o pior deles – Set – tem a sua visão sobre o Kanes.
Para detê-lo, os irmãos embarcam em uma perigosa viagem em todo o mundo – uma busca que traz os cada vez mais perto da verdade sobre sua família e seus vínculos com uma ordem secreta que existiu desde o tempo dos faraós."

Minha Opinião sobre o Livro
Ler "As Crônicas dos Kane", foi, e ainda é um dos meus desejos literários (quero ler toda a trilogia), e ter o primeiro volume da série, já está muito bom.
Confesso que o que me atraiu foi o autor - Ai, acho que virei fã do Rick Riordan depois de ler Percy! -
Ainda estou lendo o livro, afinal comecei hoje, mas já estou gostando bastante da trama.
Acho que entre os irmãos Kane, me identifico mais com Sadie: Tenho a audácia (talvez nem tanto assim) e a curiosidade dela (eu sou muito curiosa), além do fato de nós duas não gostarmos de ser submissas a alguém, ou ter que obedecer uma pessoa, e no fim, ficar parado sem fazer nada quando se pode explorar mais e/ou se salvar mais dignamente!
Meu temperamento também é parecido com o dela: Não gosto quando as pessoas não confiam na minha palavra, e pelo pouco que li, Sadie também odeia quando isso acontece (senão ela não teria gritado com o policial - tadinho). Outros aspectos em que eu me identifico com Sadie são; não dou ouvidos a estranhos e nem saio com eles; nunca se pode saber do que um desconhecido é capaz.
Depois: Tenho memória suficiente para lembrar de coisas de lá do fundo do baú (se a Sadie não tivesse tanta memória, não se lembraria que Amós é seu tio)
Por último: Sou decidida e não gosto de voltar atrás das decisões (e aposto que a "irmãzinha de Carter" fará de tudo para desvendar os mistérios, e acreditarem nela) - porque afinal, os Kane não são "crianças anormais que não colaboram" ou "rebeldes sem causa"- e eu também não -
(...)
Já faz algum tempo que comecei a ler, e há alguns fatos que achei interessantes:

  1. Carter & Sadie serem os Kane mais poderosos, já que são a união de duas famílias antigas e poderosas, e assim, têm "o sangue dos faraós" em si
  2. O fato do pai deles ser um mago poderoso e a mãe uma advinhadora nata, tal como o passado misterioso da mulher, até os motivos que levaram à morte da mesma
  3. Muffin (a gata de Sadie) se transformar em deusa (Bastet)
  4. Carter e Sadie se transformarem em falcão e papagaio, respectivamente.


Informações sobre o Livro

  • Título: A Pirâmide Vermelha
  • Título Original: The Red Pyramid
  • Coleção: Trilogia "As Crônicas dos Kane"
  • Editora: Intrínseca
  • Edição: 01
  • Número de Páginas: 448
  • Categoria: Literatura Estrangeira
  • Faixa Etária: Literatura Infanto Juvenil/Juvenil




Imagens da série "As Crônicas dos Kane"


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

William Shakespeare:Romeu e Julieta-Trecho; A "Cena do Balcão", Ato II, Cena II

Yuki Furukawa (古川雄輝)

A Viagem de Chihiro - As Metáforas por trás da História