Lendas sobre as Árvores do Japão

Introdução
Para os japoneses, as árvores têm poderes sobrenaturais, e os espíritos das árvores falam pouco quando estão incomodadas e se escondem dentro das folhagens
Há várias lendas e contos sobre as árvores japoneses, sendo que as mais queridas pelo povo são as de cerejeiras (sakuras) e as ameixeiras (umê)
O salgueiro também é uma planta sagrada no países, como também, mundialmente.
Contarei apenas algumas histórias sobre o assunto:

Pinheiros
Nos terrenos do grande Hakaba (cemitério) de Kwannondera, ergue-se um pinheiro e ao redor dele, um santuário.
Diante destehá cavalos em miniaturas, ofertados ao deus dos caminhos, chamado Koshin, e representam as súplicas para que os reais cavalos que eles representam, fiquem protegidos das doenças.
Muitas pessoas colocam pinheiros na frente das casas para atrair boas energias
No San-ga-nichi, festival de três dias do Ano Novo, seus galhos decoram as casas, simbolizando vida longa e casamento feliz.
Há uma lenda que diz que um imperador do Japão, chamado Go-Toba, ficou incomodado com o barulho que um pinheiro fazia quando era atingido pelo vento.
Desta maneira, o seu ministro, ordenou que a planta ficasse quieta, e assim se fez.
A árvore nunca mais se moveu, e o vento, nem que fosse o mais impetuoso, não conseguiu atingir seus galhos, e nem suas agulhas.

Salgueiro
O salgueiro tem origem no Leste da Ásia, mas também é consagrado na Grécia, às deusas Hera e Hécate
O salgueiro foi sempre muito associado às bruxas, e essas, ao feminino, e sendo assim, a planta tem relação com ambos.
A árvore também é considerada sagrada, pois desde os tempos remotos, essa planta era usada para curar diversas doenças, considerando-se ainda que, em alguns lugares, este método persiste até os dias atuais.

Fonte:
http://www.mundo-nipo.com/cultura-japonesa/mitos-e-lendas/19/02/2013/historias-e-lendas-sobre-arvores-do-japao/

Leia mais em:
Mundo Nipo: Lendas e Histórias sobre as árvores do Japão

Você também pode gostar de:
A Lenda do Monte Fuji

Comentários

  1. Postar um comentário aqui, nesta pagina de alguem tão sabia, para mim é muito gratificante. Parabens!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada!
      Fico feliz que tenha gostado!!
      Quando puder, visite mais vezes o blog e leia mais artigos

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

William Shakespeare:Romeu e Julieta-Trecho; A "Cena do Balcão", Ato II, Cena II

Yuki Furukawa (古川雄輝)

A Viagem de Chihiro - As Metáforas por trás da História