Pular para o conteúdo principal

Rebeca Arimi Suzuki

Rebeca Arimi Suzuki

Calypso, a prisioneira de Ogígia

Mito de Calypso

Calypso era uma ninfa da mitologia grega.
Infelizmente, não se sabe a sua real origem: Alguns atribuem a sua filiação a Oceano e Tétis, enquanto outros dizem que a moça é filha do Titã Atlas e de Pleione, sendo, portanto, irmã das Pleiades
Mas, independente de como for, o que vale é saber que Calypso foi aquela que ficou "aprisionada" em uma gruta, na Ilha de Ogígia.
O mito mais comum entre nós, humanos, é a história desta ninfa com o herói grego Odisseu (também conhecido como Ulisses).
Segundo dizem, quando o rapaz naufragou na costa de sua ilha, Calypso o acolheu da melhor maneira possível, agradando-o sempre, porque, sengundo as más línguas, a ninfa teria se apaixonado por Ulisses, e fazia de tudo para seduzí-lo e convencê-lo a ficar em sua ilha eternamente! (Que fofo! =D)
Acontece que Ulisses estava ciente de que precisava voltar à sua terra natal, para ficar em seu palácio, na companhia de seus filhos e de sua amada esposa Penélope, e devido a isso, não se deixou levar pelo encanto da menina.
Conta-se que, após terem passados 7 anos, Hermes foi até a Ilha de Ogígia (a pedidos de Zeus), falar a Calypso que deixasse o jovem partir. Assim se fez. Ela o deixou ir, e lhe deu meios para construir uma jangada, e lhe concedeu bons ventos, para que fizesse uma próspera viagem. Viajou bem durante dias, mas, depois de uma tempestade, o mastro da jangada quebrou, e uma outra ninfa marinha o transformou em um corvo, e lhe deu um cinturão de presente, aconselhando que o aplicasse na altura do tórax, porque se caísse no mar, o objeto faria com que ele flutuasse, até conseguir chegar à praia.

Entretanto, no livro Telêmaco é revelado outra tentativa de sedução de Calypso: A história que se conta é que quando o filho de Ulisses foi procurar por seu pai, este também acabou na Ilha de Ogígia, e a ninfa lhe ofereceu as mesmas promessas que havia feito ao pai do garoto anteriormente, mas, mesmo assim, Atena (tinha que ter uma inteligente!), que estava sob a forma de mentor, fez com que o rapaz não se deixasse levar pela tentação

Ilha de Ogígia, a morada de Calypso

A ilha de Ogígia é comumente descrita como um lugar paradisíaco, onde Calypso fica a fiar e a escutar as ninfas que a serviam e cantavam enquanto trabalhavam.
No jardim, via-se várias plantas e árvores crecerem e florescerem, dando uma boa impressão ao local.
Entretanto, segundo Homero, apesar de toda essa impressão de "lugar lindo e maravilhoso", o autor descreve a ilha e sua "dona" Calypso, co0mo sendo uma representação dos Campos Elísios, e de uma deusa da morte respectivamente.
Ainda de acordo com essa teoria, essa ideia começou porque, os seres vivos que ali estavam na ilha, e que a compunham eram visívelmente parecidos com os que haviam no Elísio, região do Hades (o "menos pior local", e descrito como "paradisíaco", porque, apesar de pertencer ao Inferno, era no Elísio que ficavam os "grandes heróis" e as pessoas que fizeram "grandes feitos" e por isso, seriam "menos torturadas)
Como um modo de descobir a localização da morada de Calypso, muitos estudiosos chegaram a inúmeras conclusões diferentes, e, atualmente, considera-se que a "Ilha Fantasma" esteja localizada no Mar Mediterrâneo.


A Maldição de Calypso

Dizem que a ninfa foi "amaldiçoada" pelos deuses, pelo fato de seu pai ser Atlas, que por sua vez é um Titã (Odiado pelos Olimpianos, portanto.), e que por isso ficou aprisionada na ilha.
Assim, de tempos em tempos, um deus faz uma pequena visita até Ogígia, de modo a comunicar à ninfa, como está o mundo lá fora, uma vez que a moça não pode sair de sua propriedade.

(Falando em não sair...)

"Calypso" significa "aquela que se esconde", mas também, "aquela que desperta o desejo"
Mas, qual será a real maldição da garota?
Conta-se que a cada 1000 anos, as Moiras (filhas do destino), enviam um certo herói a ilha de Ogígia, pelo qual a ninfa acaba por se apaixonar, mas que nunca pode ficar com ela, partindo o coração de Calypso.

Calypso na Literatura

Calypso aparece como personagem de apoio no livro "A Batalha do Labirinto", da série "Percy Jackson e os Olimpianos", quando Percy se perde de seus amigos e acaba parando na Ilha de Ogígia, e a ninfa se apaixona por Percy (que já tem a Annabeth 'haha), mas no final das contas, o semideus parte de volta para casa.
Calypso também aparece no Livro "A Casa de Hades", e desta vez o alvo é Leo Valdez... (PS: Eu ainda não cheguei nessa parte do livro, só li algumas coisas aqui na net mesmo...)

Fontes de Pesquisa

  1. http://www.brasilescola.com/mitologia/calipso.htm
  2. http://somitologiagrega.blogspot.com.br/2013/09/calipso.html
  3. http://www.inglesnosupermercado.com.br/mitologia-greco-romana-biscoito-calipso-usa-de-artimanhas-para-seduzir/
  4. http://es.wikipedia.org/wiki/Calipso
  5. http://www.mitologia.templodeapolo.net/seres_localiza.asp#deu
  6. http://pt.fantasia.wikia.com/wiki/Ogígia

Comentários

  1. muito boa apresentação, bem esclarecedora, principalmente para quem é fã de Rick Riordan.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço por apreciar a postagem. Bom saber que lhe foi esclarecedora
      Eu também sou fã do Rick Riordan. Adoro as obras dele e por isso decidi mencioná-las nesta postagem! Um abraço

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Yuki Furukawa (古川雄輝)

Perfil
Nome: Yuki Furukawa (古川雄輝)
Data de nascimento: 18/12/1987 (27 anos) 
Altura: 180 cm 
Peso: 60 kg
Terra natal: Tokyo, Japão
Profissão: Ator e modelo
Agência: Horipro
Línguas: Japonês e Inglês

Facebook: Yuki Furukawa Oficial
Twitter: Yuki Furukawa Oficial
Instagram: Yuki Furukawa Oficial
Blog: Yuki Furukawa Oficial 



Sobre
Yuki Furukawa é um ator e modelo do Japão. Nascido em Tokyo, ele se mudou para o Canadá, em Toronto, com sua família, quando tinha apenas 7 anos de idade. Morou 11 anos no exterior, sendo que, com 16 anos, mudou-se por conta própria a Nova York (EUA), como um estudante de pesquisa durante dois anos.
Voltou ao Japão quando tinha 19 anos. Ao regressar, teve dificuldades ao se adaptar com a língua e a cultura japonesa, já que no Japão, falar inglês no dia a dia é considerado falta de educação. 
Durante o ensino fundamental, ele pertenceu ao clube de basquete. Cursou a universidade de Keio, com especialidade para Ciências da Engenharia. 
Seu pai é médico e investigador na área de me…

William Shakespeare:Romeu e Julieta-Trecho; A "Cena do Balcão", Ato II, Cena II

Ato II- Cena II

O mesmo.
Jardim de Capuleto
Entra Romeu

Romeu:Só ri das cicatrizes quem ferida nunca sofreu no corpo
Julieta aparece na janela
Mais silêncio!Que luz ecoa agora da janela?Será Julieta, o sol daquele oriente?Surge formoso sol,e mata a Lua cheia de inveja,que se mostra pálida, e doente de tristeza,por ter visto que,como serva,és mais formosa que ela.Deixa,pois, de serví-la.
Ela é invejosa.
Somente os tolos usam sua túnica de vestal, verde e doente;joga-a fora.És minha dama.Oh,sim!É meu amor!Se ela soubesse disso!Ela fala;contudo não diz nada.Que importa?Com o olhar está falando.Vou responder-lhe.
Não,sou muito ousado,não se dirige a mim.As duas estrelas do céu, as mais formosas,tendo tido qualquer ocupação,aos olhos dela pediram que brilhassem nas esferas até que elas voltassem.
Que se dera se ficassem lá no alto dos olhos dela,e em sua cabeça dois luzeiros?Suas faces nitentes(resplandecentes,brilhantes)deixariam corridas às estrelas, como o dia faz com a luz das candeias, e seus o…

A Viagem de Chihiro - As Metáforas por trás da História

A Viagem de Chihiro é uma das obras primas mais famosas de Hayao Miyazaki, e que mais ganhou premiações pela história bem elaborada.
Chihiro é uma menina de dez anos, que, por casos da vida, entra em um túnel com os pais (que por sinal, estavam curiosos para saber onde a passagem ia dar) e acaba parando em um mundo paralelo, cheio de mistérios e criaturas mágicas.

Sen to Chihiro no Kamikakushi (千と千尋の神隠し, nome original do filme) é, na verdade um jogo de palavras. Sen é uma palavra que tanto pode fazer referência ao nome que a protagonista, Chihiro, adquire durante o filme, ou "mil", "muitos" ou ainda "múltiplos". Além disso, a junção das duas primeiras palavras forma "Sento", que significa "Casa de Banho", onde a maior parte da história se passa.
O filme é composto de diversas metáforas e simbolismos tais como:

A metáfora dos porcos, quando os pais de Chihiro vão ao restaurante com a menina e são tranformados em porcos - Isso representa a…