As Mil e uma Noites

Houve uma vez, um reino muito feliz, até que seu jovem sultão decidiu se casar.
Pediu ao pai que escolhesse a noiva, como era de costume naqueles tempos, e alguns meses deppois, o casamento foi celebrado por muitas festas e banquetes.
O sultão era um belo jovem, mas a princesa já estava apaixonada por outro quando se casou.
Logo após o matrimônio, ela fugiu para se encontrar com o antigo namorado
O jovem sultão descobriu que fora traído. Louco de ciúme ele a matou, mergulhando em uma fase de profunda infelicidade
Passou a desconfiar de todas as mulheres e a vingar-se da traição das várias jovens com quem se casou depois: ao nascer do dia seguinte à cerimônia, mandava executar a noiva.
Quando os pais das moças do reino ficaram sabendo de sua loucura, começaram a essconder as filhas ou enviá-las para longe
Acontece que naquele mesmo reino havia uma moça muito formosa e inteligente que não temia o perigo
Seu nome era Sherazade. Desde pequena se interessava por livros. O pai encomendava livros de países distantes aos mercadores, e a menina os lia sem parar.
Um dia, ela disse ao pai:
-Papai, quero casar-me com o sultão. Sei que posso curá-lo de sua loucura.
No início, o pai tentou demovê-la de sua decisão, pois temia pela vida de Sherazade.
Mas, a jovem, que tinha umplano, insistiu, e ele acabou concordando.
O sultão naturalmente aceitou a proposta, porque já ouvira falar da beleza e da inteligência de Sherazade.
Deu ordens para que a união se realizasse naquela mesma semana, com muita fartura e dança.
Assim que a festa terminou e Sherazade ficou sozinha com o sultão, disse-lhe que precisava despedir-se da irmãzinha pela última vez.
O jovem concordou. A menina foi chamada ao aposento real, e logo que entrou, foi dizendo:
-Por favor Sherazade, conte-me uma história para que eu durma bem!
Com voz suave, Sherazade começou a contar histórias saídas de sua rica imaginação.
Deliciado com as aventuras que ela narrava, o sultão se esquevceu do tempo, de sua loucura, de seu ódio, e rancor.
Ao raiar do dia, Sherazade interrompeu a história, justamente na melhor parte, deixando o sultão curioso.
E isso foi o que ela fez durante muitas e muitas noites
Quando haviam se passado mil e uma noites repletas de histórias, o sultão, completamente apaixonado, disse:
-Minha amada, você me curou. Deixei de ser um monstro. Agora iniciarei um longo reinado de paz e felicidade.
E ele cumpriu sua promessa.
(História oriental escrita pelos árabes)

Fonte
Livro: Lá vem história - Contos do folclore mundial
Autora: Heloísa Prieto
Ilustrador: Daniel Kondo
Editora: Companhia das Letras

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

William Shakespeare:Romeu e Julieta-Trecho; A "Cena do Balcão", Ato II, Cena II

Yuki Furukawa (古川雄輝)

A Viagem de Chihiro - As Metáforas por trás da História