A Viagem de Chihiro - As Metáforas por trás da História

A Viagem de Chihiro é uma das obras primas mais famosas de Hayao Miyazaki, e que mais ganhou premiações pela história bem elaborada.
Chihiro é uma menina de dez anos, que, por casos da vida, entra em um túnel com os pais (que por sinal, estavam curiosos para saber onde a passagem ia dar) e acaba parando em um mundo paralelo, cheio de mistérios e criaturas mágicas.

Sen to Chihiro no Kamikakushi (千と千尋の神隠し, nome original do filme) é, na verdade um jogo de palavras. Sen é uma palavra que tanto pode fazer referência ao nome que a protagonista, Chihiro, adquire durante o filme, ou "mil", "muitos" ou ainda "múltiplos". Além disso, a junção das duas primeiras palavras forma "Sento", que significa "Casa de Banho", onde a maior parte da história se passa.
O filme é composto de diversas metáforas e simbolismos tais como:

  • A metáfora dos porcos, quando os pais de Chihiro vão ao restaurante com a menina e são tranformados em porcos - Isso representa a grande "ânsia de consumo" do ser humano.
  • O laço de Chihiro, no filme, é uma forma de a garota não se transformar em monstro nem nada do tipo, mas também simboliza uma maneira da menina não perder a doçura que tem (seu espírito de criança), mesmo tendo que enfrentar diversos obstáculos no mundo paralelo onde está
  • A experiência de vida que Chihiro vai ganhando ao passo que vai superando as barreiras, e também a coragem que adquire, representam a maturidade chegando até a garota, ou seja, a passagem para uma nova etapa da vida (temas presentes também em: Tonari no Totoro)
  • O Hako (que salvou Chihiro há muito tempo atrás) representa um rio, e aliás, todos os dragões representam rios. Até aquele monstro todo cheio de poluição representa um rio, e tirando aquilo que o deixa poluído, ele volta a ser limpo como antes! Mas, nem em todos os momentos, o Hako simboliza um rio. Em alguns, ele representa a voz da razão (para que Chihiro seja mais madura), ou um companheiro (sendo a voz do otimismo), e em outros, a sabedoria.
  • O filme é repleto de metáforas que representam a ganância, a arrogância, a avareza humana, e até mesmo, o desrespeito ao meio ambiante! A ganância leva aquilo que era bom, em uma força totalmente descontrolada, e Chihiro é a única que não se deixa levar por impulso, o qual, afetou as demais pessoas
  • O filme tem a ver com "encontrar seu verdadeiro eu", motivo pelo qual Chihiro sempre resistiu aos monstros, já que ela era a única que sabia sua real identidade, e também a razão pela qual conseguiu salvar os pais, e aquele dragão foi desenfeitiçado (já que o rapaz lembrou-se de quem era)
Pelo fato de Chihiro ter ido parar em um mundo de fantasias através um túnel, e Alice parou no País das maravilhas, após cair na toca de um coelho branco falante (que por sinal, só diz, "é tarde, é tarde, é muito tarde"), o filme "A Viagem de Chihiro" é considerada por muitos, a releitura do Clássico Literário, Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carroll.

Fonte:

Comentários

  1. Olá, meu nome é Nínive, eu assisti o filme ''A viagem de Chihiro'' duas vezes e somente com sua interpretação pude observar alguns pontos do filme. A ganância era bem evidente e também o egoísmo. A possessão da mãe sobre o bebê. A liberdade. Os filmes da Studio Ghibli são incríveis e sempre deixam um ''Ei, eu quero mais. Cadê o restante?'' Hahaha, muito obrigada pela interpretação! Boa sorte! O blog é incrível!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ninive! Concordo com você sobre a ganância e egoísmo. Os filmes do Studio Ghibli realmente são bem profundos, em especial esse autor, Hayao Miyazaki.
      Fico feliz em poder te ajudar a entender melhor o filme. Mesmo sendo considerado "infantil", é um filme bem complexo e profundo. Obrigada pelo elogio e pela visita. Quando puder, passe aqui no blog e deixe comentários! haha
      Beijos

      Excluir
  2. Olá, Rebeca. Gostei muito do seu texto.
    Achei muito bonito seu blog. Voltarei mais vezes!

    Agradeço por ter compartilhado o link do meu blog na fonte do seu texto. Foi por causa dele que cheguei até aqui!

    Um abraço!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Desculpe demorar tanto para responder o comentário!
      Obrigada pelo elogio, volte sempre que puder! Estarei esperando!
      Não há de quê. É sempre importante colocarmos as fontes
      Um abraço

      Excluir
  3. Eu assisti esse filme quando eu era guri,e eu ficava tentando entender sobre esse mundo paralelo,ou outra dimensão em que a chihiro vai parar e tal, ficava imaginando coisas kkk,bom q o filme é cheio de metáforas isso dá pra perceber,agora entender isso que é difícil,eu entendi que com o passar do filme ela vai amadurecendo,deixar de ser uma garota reclamona,e se torna + segura,confiante, sobre os pais é meio que sobre a ganancia,agora eu queria entender mesmo é sobre o haku sobre ele ser um dragão, rio sei lá,e aquela parte que ela fala que ele era um rio,as vezes fico devaneado kkk,n é atoa que é o meu filme de animação preferido,o studio ghibli é d+ todos os filmes deles, outro q eu gostei tbm foi as memorias de marnie,laputa,o mundo dospequeninos,é tanto filme bom q eles fizeram,de vez em quando eu assisto tudo d novo valeu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Estúdio GHIBLI e Hayao Miyazaki marcaram muito todos nós! E por mais complexo que possa ser, quando a gente descobre o que as metáforas realmente significam, nos dão um significado ainda maior sobre o filme! Obrigada a você por apreciar o meu trabalho!

      Excluir
  4. Muito legal, eu o vi ontem (já tinha visto uma vez, há muito tempo) e achei o máximo, fui logo procurar umas análises pra saber mais, valeu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De nada, eu que o agradeço pela visita! Os filmes do Miyazaki Hayao sempre são um mistério!

      Excluir
  5. só consegui ver esse filme ontem . graças a deus consegui entender tudo . adorei ! é muito mais profundo que os filmes que nos acostumamos a ver aqui no brasil . eu escrevo contos e sonho em um dia ter ao menos um deles nas telas de um cinema !

    ResponderExcluir
  6. Oi! Clássico... com esse Anime, assistir umas 4 vezes, e o ponto que mas gostei foi quando a velha Bruxa dona da Casa de Banho faz a Chihiro, Limpar um Deus Muito Sujo...Vou logo para o assunto: A Bruxa por minha interpretação seria a Vida, nos mostrando e fazendo enfrentar os problemas e dificuldades que mesmo criamos, claro isso aprica-se as pessoa que obtenha mas carate, mas respeito pela vida e por um todo... Sempre vou gosta da cultura Japonesa, pois ensina desde pequenos que respeito a Vida e o cuidado de nosso Planeta e muito Importante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito interessante a sua interpretação
      Também gosto bastante da cultura japonesa e asiática em geral, nos ensina valores muito importantes ao ser humano.
      Obrigada pela visita e pelo comentário.

      Excluir
  7. Adorei esse blog <3 sei que é uma matéria antiga, mas muito boa, eu entendia isso sobre o filme desde o passado, mas esses dias me deu uma vontade de baixar ele depois de tanto tempo, e procurar saber se aquilo que eu entendia era certo. Obrigado pela matéria!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpa a imensa demora a responder
      Cada um interpreta a sua maneira, existem várias interpretações para esta obra
      Mas fico feliz que tenha apreciado

      Excluir
  8. Adorei sua matéria! A viagem de Chihiro está entre as minhas animações favoritas, vez ou outra assisto novamente pra matar as saudades. Parabéns pelo conteúdo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lamento a resposta tardia
      Obrigada por comentar e apreciar o meu trabalho. É realmente gratificante

      Excluir
  9. Gostei bastante de sua interpretação, mas gostaria de somar umas coisas que li a algum tempo.
    As casas de banho do período Edo eram pontos para "prostituição", já que mulheres lavavam os homens e ofereciam sexo. Essas casas de banho eram chamadas de "Yuna Baro" e as mulheres que trabalhavam nelas eram as "yuna", tendo como superior uma mulher que comandava tudo, chamada "Yubaba" (hot water old woman), que curiosamente é o nome da bruxa que rege a casa de banhos no filme. Chihiro teve seu nome alterado para "sen", uma associação ás strippers que eram chamadas de "candy" ou doce em pt.
    A ideia de o sem rosto oferecer ouro para Chihiro e para tantos ali, seria a representação dessa "compra" do banho com serviços adicionais. O filme é uma critica forte á industria de sexo no japão e á exposição de crianças nesse meio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Confesso que não sabia dessas informações, e então, para mim, ler seu comentário foi uma grande surpresa! Na época em que elaborei a postagem, foquei mais nos significados do que cada elemento pode representar, e não me aprofundei muito no assunto, em relação às mensagens ocultas no filme. Agradeço-te imensamente pela tua contribuição, pois agora posso ter uma nova visão, de maneira mais ampla e profunda, sobre a mensagem que essa obra transmite.
      Um abraço e um grande beijo,
      Rebeca

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

William Shakespeare:Romeu e Julieta-Trecho; A "Cena do Balcão", Ato II, Cena II

Yuki Furukawa (古川雄輝)