Trecho de Profissão de Fé

Não quero o Zeus Capitolino
Hercúleo e belo,
Talhar no mármore divino,
Com o camartelo.

Que outro - não eu - a pedra corte
Para, brutal,
Erguer de Atene, o altivo porte
Descomunal

Mais que esse vulto extraordinário
Que assombra a vista,
Seduz-me um leve relicário
De fino artista

Invejo o ourives quando escrevo.
Imito o amor,
Com, que ele, em ouro, o alto-relevo
Faz de uma flor
(...)
Porque o escrever-tanta perícia
Tanta requer
Que ofício tal, nem há notícia
De outro qualquer
Olavo Bilac
Principal escritor do Parnasianismo
Vocabulário

  • Capitolino: Relativo a Capitólio, colina romana em que se ergueu um templo em honra a Zeus.
  • Hercúleo: Excepcional, assombroso, ou forte como Hércules
  • Camartelo: Instrumento semelhante ao martelo, menor que a marreta, agudo de um lado, e achatado ou arredondado de outro, usado para cortar ou picar pedras.
  • Atene: Variação de "Atena", deusa grega da sabedoria e da guerra
  • Relicário: Pequena caixa (ou cofre) para guardar objetos preciosos, relíqueas
  • Ourives: Artesão em jóias de ouro, prata, etc
  • Alto-relevo: Ornamento ou figura que se esculpe em relevo, sobre uma superfície



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

William Shakespeare:Romeu e Julieta-Trecho; A "Cena do Balcão", Ato II, Cena II

Yuki Furukawa (古川雄輝)

A Viagem de Chihiro - As Metáforas por trás da História