Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2013

Helena de Tróia, a cobiçada.

Helena era filha de Zeus e Leda. Tinha um "pai" mortal, chamado Tíndaro. Ainda menina, Helena foi raptada pelo herói Teseu, e, felizmente, a mesma foi levada de volta a Esparta, por seus irmãos, Castor e Pólux. Segundo a mitologia grega, o rapto de Helena ocasionou a famosa Guerra de Tróia. A garota era considerada a mais bela das moças, e por este motivo, era muito cobiçada em sua época, e todos queriam-na. Para evitar a disputa entre os muitos pretendentes, Tíndaro, fez todos jurarem respeitar a escolha da filha. Ela se casou com Menelau, irmão mais novo de Agamenon, que casou-se com uma irmã de Helena, cujo nome é Climnestra. Helena, contundo, abandonou o marido para casar-se com Páris, filho de Príamo, Rei de Tróia. Os soldados fiéis a Menelau, organizaram uma expedição contra Tróia, que gerou um conflito que durou por sete anos. Após a morte de Páris, a mulher casara-se com o seu cunhado, Deífobo, que com a queda da guerra, entregando-se a Menelau, ficou com o

A Grande Profecia- Percy Jackson e os Heróis do Olimpo

No livro "O Herói Perdido", de Percy Jackson e os Heróis do Olimpo, há uma profecia, que envolve sete meio sangues. É a seguinte: " Sete meio sangues, responderão ao chamado, Em tempestade ou fogo, o mundo terá acabado, Um juramento a manter com um alento final, E inimigos com armas, às Portas da Morte afinal" ...Dá para imaginar quem são os sete meio-sangues?

Hélio, a personificação do Sol

Hélio, na mitologia grega, era a personificação do Sol. Filho de Hipérion, era neto de Urano e Gaia, irmão de Eos, a Aurora, e Selene, a Lua. Ele possuía uma carruagem de ouro, na qual viajava pelo mundo, a fim de conceder luz e calor para todo o universo. Começa partindo do longínquo país da Etiópia, depois descia para a região do Ocidente, quando alcança o ápice de sua trajetória, ao meio dia. Ao chegar ao país das ninfas Hespérides, submerge o Oceano, indo descansar na Ilha dos Bem Aventurados. O deus reúne-se com a sua família, que o espera em um barco, no qual navega toda noite, até atingir, no dia seguinte, o ponto de partida, e recomeçar o voo pelo céu. Reside na chamada Ilha de Ea, onde é dono de sete rebanhos de ovelhas, e sete de bois, que segundo Aristóteles, os animais representam os 350 dias, e as 350 noites, constadas no calendário solar da antiguidade. Ele é o deus que tudo sabe e tudo vê, descobrindo delitos, e punindo os culpados, estabelecendo assim, o control

Hera, a Rainha dos deuses

Hera é a Rainha dos Deuses, aquela que é considerada a mais importante do Olimpo. Filha de Cronos e Reia, assim como todos os outros filhos, foi engolida por seu pai. Casou-se com seu irmão Zeus, com quem teve, Ares, Hebe e Hefesto. Era a deusa do casamento e das mulheres, mas, tinha um forte temperamento, marcada pela agressividade e ciúmes. Não admitia que Zeus ficasse com outra mulher além dela, e queria se vingar de todas as amantes do marido, que ela julgava infiel. Segundo a Mitologia, mesmo sendo a rainha dos deuses, Hera já teria sido expulsa do Olimpo, por Zeus. Sua maior rival era Afrodite, e, uma vez que era muito vaidosa, não queria a custo nenhum, que a deusa do amor fosse mais bonita que ela. Num dos mitos, conta-se que Hera tentou matar Hércules, quando este ainda era um bebê. Entretanto, o ódio de Hera não passou, e ela continuou fazendo suas estratégias maliciosas para poder acabar com o filho de Alcmena, que, por sua vez, não era tão fácil de ser vencido ne

Uma canção

Minha terra não tem palmeiras, E ao invés de um mero sabiá, Cantam aves invisíveis, Nas palmeiras que não há Minha terra tem relógios, Cada um com sua hora, Nos mais diversos instantes, Mas onde o instante de agora? Mas onde a palavra "onde"? Terra ingrata ingrato filho, Sob os céus de minha terra, Eu canto a Canção do Exílio. Mário Quintana  Poemas Este poema faz uma intertextualidade com a Canção do Exílio, de Gonçalves Dias Análise Mário Quintana critica as pessoas pelos atos ilícitos para com a natureza, como o desmatamento, por exemplo, entre os outros danos existentes, o que explica os versos da primeira estrofe:        "Minha terra não tem palmeiras" e         "Cantam aves invisíveis" Quando o autor diz "minha terra tem relógios, cada um com sua hora", quer dizer que o povo brasileiro, por causa de seus afares do dia a dia, vive mais em função do relógio, do que da própria natureza, não apreciando-a.

Canção do Exílio

Minha terra tem palmeiras Onde canta o sabiá. As aves que aqui gorjeiam Não gorjeiam como lá Nosso céu tem mais estrelas Nossas várzeas tem mais flores Nossas flores tem mais vida Nossa vida mais amores Em cismar sozinho à noite Mais prazer encontro eu lá Minha terra tem palmeiras Onde canta o sabiá Minha terra tem primores, Que tais não encontro eu cá Em cismar-sozinho à noite- Mais prazer encontro eu lá Minha terra tem palmeiras Onde canta o sabiá Não permita Deus que eu morra Sem que eu volte para lá Sem que desfrute os primores Que tais não encontro por cá Quin'da aviste as palmeiras, Onde canta o sabiá. Da obra Primeiros Cantos De Antônio Gonçalves Dias Principal escritor da Primeira Geração Romântica. Análise da Canção do Exílio Gonçalves Dias é nacionalista e patriota Elogia o Brasil em relação à natureza que possui Como escreveu o poema em Coimbra, sente falta de sua terra natal, o que explica o título do poema. Cá e lá, referem-se

Bloom from Domino

Personagem do Clube das Winx - Bloom

Bloom era uma menina normal, até descobrir (por acaso) que possui poderes mágicos, ao salvar Stella, a princesa de Solária. Ao saber que era uma fada, Bloom decide sair de sua cidade na Terra, chamada Gardênia e partir para Alfea com Stella, a fim de aprender mais sobre a magia e descobrir sobre si mesma e sobre seu passado. Com o passar do tempo, Bloom fica sabendo que ela é a princesa de um planeta chamado Domino, que possui uma irmã mais velha cujo nome é Daphine, (a qual habita o lago Rocalucci), mas acima de tudo, que é possuidora de uma grande magia, a Chama do Dragão, cobiçada por muitos bruxos e bruxas durante as temporadas. Muito decidida, durante um bom período, Bloom vai em busca de mais informações a respeito de seus pais biológicos, Oritel e Marion, e quer a qualquer custo, encontrá-los, não importa como. Está sempre disposta a ajudar seus amigos, ou pessoas necessitadas. Sente um enorme carinho pelos seus pais adotivos, Mike e Vanessa, os quais dão o máximo de apoio

Thalia, a musa da comédia

Thalia vem do verbo grego "florescer". Era uma das musas da mitologia grega, comandadas por Apolo, e era responsável pela arte da comédia e da poesia bucólica ou pastoril. Era representada segurando um cajado e uma máscara de teatro cômica. Usava uma coroa feita de trepadeira (ou hera), como símbolo de sua imortalidade, e calçava sandálias. Era tida como brincalhona e divertida. Filha de Zeus com Mnemósine, a personificação da memória, Thalia deu à luz aos Coribantes, unindo-se a Apolo. Organizava as festividades e os banquetes, e outorgava os dons da fertilidade e da abundância. Era a mais forte das três Cárites ou Graças. Nas representações artísticas... É a única das três que usa flores na cabeça ou enredadas nas suas vestimentas.

Selene, a deusa da Lua

Selene, a deusa da Lua Selene era filha dos Titãs Hipérios e de Tea. Irmã dos deuses Eos e Hélios. É conhecida por seus vários casos de amor, entre os quais se destaca, a sua paixão pelo simples e mortal pastor Endmyon, com quem teve 50 filhos. Selene sabia que seu amado, um dia faleceria, deixando-a cruelmente triste. Desta forma, a deusa pediu à Zeus para que ele o tornasse imortal, e o Rei dos Deuses o fez, com a condição de que homem dormiria eternamente. Selene não ficava no Olimpo, como os demais deuses, mais sim nos céus, onde fazia a sua jornada, mas, antes de começá-la, banhava-se no mar. É a deusa dos lunáticos e dos que trabalham durante a noite, ou seja, os bruxos. Selene está muito associada às deusas Ártemis e Hécate, entretanto, vale lembrar que Selene está ligada às partes da Lua, e é a total personificação deste astro celeste, enquanto Ártemis relacionava-se com a caça e com as parturientes, e Hécate, com a feitiçaria e a noite. Para finalizar, Selene t

Circe, a Rainha da Feitiçaria

Dizem que em uma das montanhas localizadas na Europa, morava Circe, famosa por ser a Rainha das Feiticeiras. É fruto da união de Hélios, o Sol, e de Perséia, a filha do Oceano. Segundo a mitologia, sua morada era um belo palácio, protegido por leões e armadilhas mágicas. Sua magia era composta de poções, pós mágicos, filtros, mas também a sedução, já que a Rainha, era uma sedutora nata. Apesar de ser citada em muitas obras antigas,nos mitos ela quase não aparece, pois preferia estar reclusa em sua casa, e suas filhas, tal como as filhas (todas protegidas por ela), faziam o mesmo, diferentemente das sacerdotisas de Dionísio ou Baco. Seus objetos mágicos mais utilizados eram: Uma "varinha" mágica Um bastão de madeira Homero cita a feiticeira na Guerra de Tróia, quando os homens de Ulisses são transformados em porcos, devido ao efeito da magia de Circe. Felizmente, com a ajuda de Hermes, o mensageiro, (ou Mercúrio, para os romanos), o herói grego e seus "co

Medeia, a feiticeira do Velocino de Ouro

Medeia era uma feiticeira, filha do Rei Estes, e neta de Hélio, o deus Sol. Segundo descrevem, ela era uma moça com grandes olhos azuis, tinha cabelos compridos, e era dotada de grande beleza. A paixão que possuía por Jasão, fez com que ela o ajudasse a obter o Velocino de Ouro. Ela casa-se com o herói, com quem teve dois filhos: Feres  Mermeros Entretanto, Jasão apaixona-se por outra mulher, e a abandona.  Sentindo-se traída, Medeia estrangula os filhos do rapaz, e ainda presenteia sua rival Glauce, com um manto mágico, que a leva à morte. Depois disso, casa-se com o Rei Egeu, com quem teve o filho Medos. Porém, ao conspirar contra outro filho do rei, Medeia refugia-se para Atenas. Em Corinto e na Telássia, ela passa a ser honrada como uma deusa. Ela é conhecida por sua independência, e por não deixar-se dominar por nenhum homem. Sendo assim, ela é uma das mulheres mais voluntariosas para o teatro grego clássico.

Zéfiro, o vento Oeste

Zéfiro, o vento Oeste, era irmão de Bóreas e habitava na Trácia. A mitologia o descreve como sendo violento, responsável por destruir tudo ao seu redor, arrastar as plantações, provocar grandes danos aos homens, tal como os naufrágios. Mas, a súbita paixão que tinha por Clóris, chamada de Flora, pelos romanos, o fez mudar, uma vez que sua amada não gostava nem um pouco desse temperamento tempestuoso. Clóris era a responsável por dar vida e cor às plantas, e espalhava a beleza das flores ao mundo. Como o amor de Zéfiro era verdadeiro, ele passou a ter uma impressão benéfica, o qual representava, agora, uma leve brisa. Por fim, o deus teve com Clóris, um único filho, Carpo, o Fruto. Clóris ou Flora, a deusa das flores

Bóreas, o vento norte

Bóreas, que significa vento do norte, ou devorador, era na mitologia grega, o vento frio do norte que trazia o inverno. Segundo contam, o lar desta divindade, encontrava-se na Trácia. Tinha um temperamento forte e violento, era geralmente descrito como um velho alado, com cabelos longos e revoltos segurando uma concha e vestindo uma capa. Filho de Astereo e Eos, irmão de Zéfiro, Nótus, e Euro, era para os romanos, o deus Áquilo. Seu grande amor era uma bela princesa ateniense, chamada Orítia, que, apesar de tentar conquistá-la, ela o negou. Assim, o Vento Norte, raptou-a, até que depois de muito sacrifício, foi capaz de ter com ela dois filhos, cujos nomes são Calais e Zetes, e duas filhas, as quais são, Quione e Cleópatra. Graças ao "parentesco" com os atenienses, quando a cidade foi invadida pelos persas, chamou-se por Bóreas, que, com seu forte vento, conseguiu vencer 400 navios da Pérsia. Ainda assim, Bóreas tinha uma amante, Pitis, que apreciava muito o deus Pã,

Quione, a deusa da neve

Na mitologia grega, Quione é a deusa da neve. Fruto da união de Bóreas (o vento norte, que traz o inverno) e Oritía, (senhora das montanhas de vendavais) É irmã de Cleópatra, Zetes, e Calais É retratada em alguns livros, como sendo uma deusa, embora fosse uma ninfa. Eumólpidas, encarregado dos segredos de Elêusis, alegou descendência dela, como a mãe de Eumolpos, com Poseidon. Em muitas fontes, Quione é descrita como uma mulher bonita e orgulhosa, com pele branca como a neve, e os olhos marrom café, frios como o inverno.

Quem são os tipos ideais de Yoona e Sulli?

Yoona das Girls' Generation, e Sulli do F(x), revelaram seus respectivos tipos ideais para o programa "Saeng Saeng Information" da KBS 2TV. A dupla teve uma entrevista no set de filmagem, e o staff perguntou para as garotas seus tipos ideais. Yoona respondeu: "Como o clima é tão bom, e há flores bonitas, eu quero estar num relacionamento. Deve ser o tipo ideal de todo mundo, mas gosto de alguém que possa comunicar-se comigo e me entenda." Sulli disse: Eu gosto de alguém que seja de confiança, e como um pai. Queria que fosse alguém que escutasse tudo o que eu digo."

Yoona

Look das Girls' Generation-Baby Baby

O conceito de Baby Baby é bem mais leve do que qualquer outro visto no grupo. Cores neutras como branco, bege, e até mesmo um pouco de preto, (mas bem pouquinho), fazem parte desse estilo, além de ser composto por shorts, saias, e camisetas bem mais soltas que o normal, mas pode ser repaginado, e acrescentar mais cores. Também há a versão masculina deste estilo, por isso, os homens também podem aproveitá-lo. Esse look mostra a feminilidade das garotas, tal como um ar de doçura e fofura. Isso é mostrado no clipe "Kissing You", das Girls' Generation. Este estilo pode ser subdividido em várias partes, tendo suas peças mais usadas: 1)Casual Usa-se principalmente: Camisas/ Camisetas de manga comprida Meia 3/4 Saia Sapatilha 2)Moderno Acrescenta-se além do comum: Camisetas transparentes ou coloridas Salto alto Jeans mais escuros Alguns acessórios Há no estilo Moderno Sapatilhas Rendas Cores neutras 3)Masculino Mais sóbrio Camisas

Sessão de Fotos da Yoona