Catástrofes custaram US$186 bi em 2012

As catástrofes naturais e humanas custaram US$186 bi em 2012, segundo um estudo publicado nesta quarta feira (27) pela companhia de seguros suíça Swiss Re
As perdas seguradas chegaram a US$77 bilhões, fazendo de 2012, o terceiro ano mais caro, na história dos seguros.
O total é, no entanto, inferior ao valor de 2011 marcado por um número recorde de terremotos, e também pelo tsunami que atingiu a costa do Japão.
Em 2011, as perdas seguradas foram de US$ 126 bilhões, explica o estudo da Swiss Re.
Em 2012, ocorreram importantes catástrofes naturais, sobretudo nos Estados Unidos, onde foram registrados nove dos dez incidentes mais caros do ano.
A fatura total no país foi de US$65 bilhões em perdas seguradas.
O furacão Sandy foi a catástrofe mais cara, tanto em termos econômicos (US$70 bilhões, mais que o furacão Katrina, em 2005), como em custo para as seguradoras (US$ 35 bilhões)
A Itália também viveu em 2012, vários terremotos que provocaram mais de US$ 1,6 bilhões de perdas seguradas, o nível mais alto, registrado até agora no país.
Máquinas trabalham na reconstrução da orla em Nova Jersey (Foto: Mark Wilson/Getty Images/AFP)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

William Shakespeare:Romeu e Julieta-Trecho; A "Cena do Balcão", Ato II, Cena II

Yuki Furukawa (古川雄輝)

A Viagem de Chihiro - As Metáforas por trás da História