Algas

São seres pluricelulares ou unicelulares, fotossintetizantes e autótrofos, que pertencem à diversos filos da Reino Protista.

Há algumas algas que formam colônias, e outras que não.
Na água doce é onde as algas são encontradas em maior abundância e podem viver em diversos locais, formando comunidades conhecidas como fitoplâncton e fito-bentos.
Fitoplâncton
As algas marinhas de grande porte são utilizadas por alguns países para diversas finalidades: para a alimentação, para a extração de coloides, e na produção de compostos antivirais, antibacterianos e antitumorais, além de servirem como fertilizantes agrícolas.
Algumas das algas são comestíveis, e, algumas das espécies são ricas em iodo, cálcio, cobre, ferro, zinco, elementos muito utilizados em adubos.
A maré vermelha é um fenômeno associado à proliferação de algas, provavelmente por causa da poluição orgânica, que acaba resultando no aumento de nutrientes minerais-fosfatados e nitrogenados.

Nesse caso, devido ao excesso de nutrientes minerais, ocorre a proliferação de certas algas fitoplanctônicas, que dão coloração típica à água.
Essas toxinas contaminam inúmeros animais e matam muitos deles, podendo prejudicar até mesmo o homem que consumi-los.
A Reprodução destes seres pode ser tanto sexuada como assexuada.
A Assexuada pode ocorrer de duas formas:

  • Por divisão binária-comum nas formas unicelulares, que recorrem à mitose para efetuar a divisão da célula.
  • Por zoósporos mitóticos-comum em algas multicelulares que vivem na água doce.Cada zoósporo, que se dispersa pelo meio, é capaz de gerar nova alga.
Já, na reprodução sexuada, é necessário que se tenha os dois gametas, para que se possa realizar o ciclo reprodutivo, e formar um zigotos, que, então, se dividem por meiose, e cada célula formada, é capaz de formar um novo filamento haploide.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

William Shakespeare:Romeu e Julieta-Trecho; A "Cena do Balcão", Ato II, Cena II

Yuki Furukawa (古川雄輝)

A Viagem de Chihiro - As Metáforas por trás da História