Pular para o conteúdo principal

Postagens

Postagem em destaque

Escândalo na Corte Real: Tiveram Henrietta e o Rei Luís XIV um affair?

Recentemente, comecei a acompanhar a série “Versailles”, que se centra na Corte Real Francesa no período de governo do Rei Luís XIV. Algumas cenas e fatos deixaram me intrigada, como por exemplo, o fato de Sua Majestade ter tido um caso com Henrietta, sua prima em primeiro grau (posteriormente, sua cunhada). Então, fui pesquisar mais a respeito deste assunto, e descobri que, por trás da ficção há um fundo de verdade. Henrietta Anne Stuart, também conhecida por seu apelido “Minette”, nasceu na Inglaterra em 26 de junho de 1644, filha do Rei Charles da Inglaterra e da Rainha Henrietta Maria da França, portanto, sendo descendente de ambas as dinastias Stuart e Bourbon. Após a morte de seu pai em uma guerra civil na Inglaterra, Henrietta refugiou-se com sua mãe na França. Casou-se no ano de 1661 com o Príncipe Phillipe I da França, o Duque de Orleans, (irmão mais novo de Luís XIV), tornando-se assim a “Duquesa de Orleans” No entanto, a relação do casal, não durou muito. É dito que n
Postagens recentes

Conceito de Literariedade e Diferenças entre textos literários e não literários

Conceito de Literariedade 'Literariedade é o «conjunto de características específicas (lingüísticas, semióticas, sociológicas) que permitem considerar um texto como literário' in Ciberdúvidas da Língua Portuguesa, https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/o-conceito-de-literariedade/21865 [consultado em 02-02-2020] Diferenças entre textos literários e não literários Texto literário é toda forma de expressão artística que tem como finalidade transmitir um sentimento e uma mensagem ao leitor, e, portanto se utiliza de figuras de linguagem como: metáfora, hipérbole, eufemismo, metaliguagem, onomatopéia, ironia, pleonasmo, anáfora, aliteração e assonância Há três tipos de gêneros literários: 1.     Lírico 2.     Narrativo 3.     Dramático São exemplos de textos literários: 1.     Contos 2.     Crônicas 3.     Lendas e Mitos 4.     Fábulas 5.     Literatura de Cordel 6.     Poesia 7.     Poema 8.     Letras de músicas 9.    

[Aprendendo Francês] Introdução à língua francesa e motivos para aprender o idioma

Recentemente, me apeguei muito à uma série de TV chamada “Versailles”, e também à história da França em si, de modo que me despertou a vontade de aprender o idioma. Aprender uma língua nova é sempre bom para compreender nossos filmes, séries e músicas prediletas, mas além do entretenimento há muitos outros motivos que levam uma pessoa a querer compreender o francês. Uma pequena história e mais algumas razões O francês é uma língua que teve origem no latim, tal como influências celtas e germânicas. Com o passar dos séculos, foi a língua utilizada pela corte francesa, motivo pelo qual logo se tornou o idioma oficial do Estado Nacional da França.   É falado oficialmente em 29 países ao redor do mundo, e sendo assim, é uma língua diplomática. Extremamente útil se quiser seguir essa área, ou alguma outra relacionada. Sem contar que, aqui em nosso país, há inúmeras empresas francesas. Se você quiser ter um diferencial ou se quiser impressionar alguém, também é uma alternativa,

Guerra Franco-Espanhola (1635 – 1659)

A Guerra Franco-Espanhola (1635 – 1659) foi um confronto militar resultante do envolvimento da França na Guerra dos 30 anos. Depois que os aliados germânicos da Suécia foram forçados a “se acertarem” com o Sacro Império Romano Germânico, o Primeiro Ministro da França, Cardeal Richelieu declarou guerra à Espanha, alegando que o território francês estava cercado pelo território de Habsburgo. Entretanto, o maior inimigo da Espanha no século XVII, eram os holandeses. Isso porque a Espanha não queria arriscar seus territórios e nem estava pronta para admitir que sua influência como uma potência mundial estava decaindo. Assim, os espanhóis guerrearam contra os holandeses por mais de um século, em uma série de confrontos que se deveu à insistência de Conde-Duque de Olivares, Gaspar de Gusmán y Pimental, primeiro ministro espanhol e o favorito do Rei Phillipe IV da Espanha, sendo uma figura influente em inúmeras áreas tais como Relações Internacionais e economia. Como resultado, conquis

As Frondes na França: A Revolta contra o Primeiro-Ministro

Em 1648, se finda a “Guerra dos Trinta Anos” (1618 – 1648), com o tratado de paz de Vestefália. Acontece que nesse mesmo ano, iniciou-se na França uma série de conflitos internos chamado “Frondes”. Tudo aconteceu após a morte do Cardeal Richelieu, cujo cargo de Primeiro Ministro foi substituído por Jules Mazarin, político de origem italiana, naturalizado francês. Depois da Guerra dos Trinta Anos, a França se encontrava em um estado deplorável, e foi então, que o Ministro Mazarin decidiu aumentar os impostos, sendo este o principal motivo da revolta que duraria 5 anos. A medida desagradou principalmente aos nobres e aos membros do Parlamento. Sua imagem foi prejudicada duas vezes, através da força da imprensa. Seus opositores se referiam a Mazarin como “O Bárbaro Oficial que nos tiraniza”, e o acusaram de voracidade, nepotismo, relações ilícitas além de ter destinado grande parte do patrimônio aos palácios, às joias e quadros. Sua salvação diante de toda a situação que lhe cercava, e

Coreia do Sul registra o maior crescimento de exportações dentre os 10 maiores exportadores no segundo trimestre

Seul, 20 de agosto (Yonhap). Coreia do Sul registrou uma curva de crescimento mais abrupta, no segundo trimestre desse ano, tornando-se o país com maior taxa de exportações, entre dez maiores exportadores do mundo, segundo mostraram no último domingo, os dados da Organização Mundial do Comércio Particularmente as exportações do país somaram 147.190 milhões de dólares durante o período de abril-junho, o que supõe um aumento de 16,8% comparado com o ano anterior. O crescimento das exportações sul-coreanas acelerou, registrando um 1,8% interanual no quarto trimestre do ano passado, 14,9% interanual no primeiro trimestre e 16,8% interanual no trimestre seguinte. A Coreia do Sul foi o único país que alcançou um crescimento entre os dez principais exportadores. Em relação ao valor das exportações, a Coreia ficou em sexta posição no ranking mundial no segundo semestre. A China ocupou o primeiro lugar nas exportações, com um valor de 566.100 milhões de dólares, seguida pelos Estados

Brasil pretende reforçar a cooperação com o Brics:

WASHINGTON (Sputnik): O governo brasileiro se propõe a fortalecer a colaboração no marco do BRICS e no Banco do BRICS declarou à Sputnik o chefe de sessão econômica da embaixada do Brasil nos EUA, Fernando Pimentel.  "Nosso governo, que eu saiba, está trabalhando intensamente para reforçar a cooperação no BRICS e no Banco dos BRICS", disse.  Pimental destacou que: "a criação de uma associação ou um banco, supõe um compromisso a longo prazo"  Em agosto do ano passado, o Senado Brasileiro apoiou a renúncia da então presidente Dilma Rousseff, afasta da presidência um ano atrás, enquanto o então vice-presidente Michel Temer assumiu seu lugar até finais de 2018.  Vários especialistas não excluem a possibilidade de que o Brasil saia do BRICS, grupo que está formado também pela Rússia, Índia, China e África do Sul, para orientar-se ainda mais em relação ao ocidente.  Fonte:  Sputnik News Spanish